sexta-feira, novembro 29, 2013

Como engravidar com endometriose


A endometriose muitas vezes compromete a fertilidade, mas isso não significa que as mulheres portadoras dessa enfermidade, não possam engravidar, na verdade elas podem desde que façam o tratamento corretamente.
É verdade que uma das consequências da endometriose é a infertilidade, e a maioria das mulheres só descobre que tem o problema quando começam as tentativas para engravidar. Normalmente é diagnóstica através de laparoscopia, ressonância magnética ou através do exame CA 125.


Como acontece a endometriose?

A endometriose ocorre quando o tecido que reveste e cresce no útero (o endométrio) é encontrado em outros locais do corpo. Este tecido que pertence ao útero, mesmo quando instalado em outros locais, ainda responde às mudanças hormonais do corpo da mulher, da mesma forma como se ele ainda estivesse dentro do útero. Portanto, esse tecido endometrial extraviado, sangra e como fora do útero, não existe forma do sangue escoar, ele fica preso ali e em seguida, provoca uma série de problemas para a mulher. Isso pode resultar em cistos ovarianos, aderência na parede abdominal, bem como trompas bloqueadas e aderências nos intestinos.

Quais os sintomas de endometriose

O fato mais assustador sobre a endometriose é que nem todas as mulheres produzem sintomas, e com isso elas podem passar uma vida sem saber que são portadores dessa dificuldade. Existe também o extremo oposto. Algumas mulheres sentem dores fortes causadas pelas cólicas e sangramentos excessivos, mas nem sempre isso indica que a endometriose já afetou outros órgãos.
Os principais sintomas são:

  • Infertilidade
  • Cólica menstrual forte
  • Cansaço excessivo
  • Dor durante a relação 
  • Dor abdominal
  • Sangramento excessivo
  • Sangue nas fezes durante a menstruação
  • Forte dor abdominal ao urinar

A Endometriose e a infertilidade

É importante entender porque a endometriose pode causar infertilidade, sendo um efeito colateral comum a cerca de 30 a 40% das mulheres que têm a doença. Em muitos casos, a endometriose atrapalha a concepção inicialmente, mas não chega a ser um fator determinante de infertilidade.
No entanto, vários estudos têm demonstrado que as mulheres que tratam da condição, têm menores taxas de aborto e gravidez ectópica, por isso é muito importante prestar atenção aos sintomas para diagnosticar o problema rapidamente e assim aumentar não só as chances de engravidar, mas garantir que tudo corra bem durante o primeiro trimestre de gravidez.

Os estágios da endometriose

A endometriose é uma doença progressiva, e o tempo entre o diagnóstico e tratamento, são fatores determinantes para o restabelecimento ou não da fertilidade. Quanto maior o grau de endometriose, mas difícil é o tratamento e a melhora da condição. 
No site Guia da endometriose, é possível encontrar uma tabela com os estágios da doença.
  1. Estágio I (endometriose mínima): escore 1-5, implantes isolados e sem aderências significantes.
  2. Estágio II (endometriose leve): escore 6-15, implantes superficiais com menos de 5 cm, sem aderências significantes.
  3. Estágio III (endometriose moderada): escore 16-40, múltiplos implantes aderências peri tubárias e peri ovarianas evidentes.
  4. Estágio IV (endometriose severa): escore > 40, múltiplos implantes superficiais e profundos, incluindo endometriomas, aderências densas e firmes. 

Existe cura para endometriose?

Embora não tenha cura, através do diagnóstico precoce e de um bom tratamento, as chances de engravidar naturalmente, são boas.
Dependendo do grau e do tipo de tratamento as chances de engravidar de uma mulher portadora de endometriose variam de 25 a 60%. 


O tipo de tratamento depende do estágio em que a endometriose se encontra. Em casos mais leves, o tratamento se dá apenas através de medicamentos. 



Já em casos mais avançados, para ajudar com a concepção, a condição pode ser tratada com cirurgia, com remoção dos tecidos em excesso. Uma das maiores oportunidades para realmente engravidar, tendo a endometriose, é começar os treinos logo após laparoscopia. Isso ocorre porque há uma chance maior de engravidar naturalmente pouco depois do procedimento. No entanto, isso nem sempre é o caso, pois cada caso é naturalmente diferente, então um especialista em fertilidade deve ser sempre procurado para cada caso específico. 
Mas fica a pergunta que não quer calar . É possível engravidar com endometriose?
A boa notícia é que é sim possível engravidar ao ter endometriose.


Fertilização in vitro para mulheres com endometriose

Em certos casos, quando o tempo de espera por uma gravidez natural se prolonga demais, o especialista sugere a Fertilização in vitro. A taxa de sucesso para mulheres com endometriose são as mesmas de qualquer outra mulher.

A endometriose é uma doença muito grave, mas isso não significa que as mulheres com ela não podem engravidar, na verdade podem, só depende do tratamento correto.
É fato que pode levar um pouco mais de tempo, mas tendo em mente que é possível, simplesmente desistir não é uma opção. Existem muitos tratamentos e métodos a favor da concepção, basta encontrar o mais acertado para o seu caso em específico.

Pé no chão e esperança no coração !

Compartilhar:

6 comentários:

  1. Oiii parabens por este site mae a flor da pele . Quero muito tira minha duvida minha mestruacao sempre vem no comeco do mes fico de 5 a 6 dias mas esse mes veio dia 10/07 ate 12/07 . namorei dia 13/07 ai quando foi sexta feira feira dia 18/07 de manha foi ao banheiro e na minha calcinha estava um pingo de sangue tomei banho e saiu um sangue como fosse mestruacao mas marrom e a te agora esta melando minha calcinha esse sangue marrom o q sera

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ter sido um sintoma de ovulação ou algum descontrole hormonal, impossível dizer com certeza.
      Se o sangramento persistir , procure um médico.
      Boa sorte !"

      Excluir
  2. boa noite nao tenho relacoes sexuais há dois meses e o mes passado o meu periodo nao veio o que se passa?

    ResponderExcluir
  3. Minha amiga teve relação sexual com o namorado e a camisinha estourou aí ela tomou a pílula do dia seguinte passaram-se 5 dias depoisa menstruação dela veio mais ficou apenas dois dias .. só que a menstruação dela ja tinha vindo antes naquele mesmo mes , veio dia 10 quando foi dia 15 foi embora e depois o fato ocorreu e quando foi dia 25 veio novamente . Ela pode estar grávida ?

    ResponderExcluir
  4. Oi meu nome é Maria. Eu não sei se você lembra que algum tempo atrás eu contei que fiz uma ultra no dia 04/08/14 e deu cisto no ovário esquerdo?, pois bem; a médica me passou um AC e me disse que só iria fazer outra ultra em fevereiro de 2015. Eu sou muito de seguir meu coração então procurei outra médica, mas não falei pra ela desse ultra , só falei que queria engravidar mas estava tendo escapes desde maio de 2014. Essa médica por sinal muito boa e simpática fez o preventivo no dia da consulta e me passou exames de rotina e também uma ultra. Minha mãe me disse que eu tomasse um remédio chamado SAÚDE DA MULHER no dia em que minha regra vinhe-se. No dia em que ela desceu eu tomei esse remédio, durante os 07 dias. Só achei estranho porque minha regra anteriormente veio só 3 dias e nesse mês além de vim 07 veio antes da data prevista(deve ser pelo AC que eu tomei). Eu fiz esse ultra segunda-feira agora dia 15/09/14, e o médico que fez a ultra me disse que meu útero e meus ovários estavam ótimos, eu não tenho nada. Como explicar se com apenas em um mês e 11 dias não ter cisto? será que foi um erro da outra médica que fez a ultra? será que AC fez efeito na primeira cartela? ou será que foi esse tal remédio eu tomei? o que você acha? aguardo sua resposta. (agora eu to feliz porque vou poder engravidar e eu não estou tomando o AC.)

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde, parabéns pelo blog.
    Bom, eu tenho endometriose e fiz a Laparoscopia a cerca de um poco mais de um ano e tomei duas injeções do tratamento, que demoraram cerca de 9 meses, após esse período dia 27/08 eu menstruei pela primeira vez novamente e já comecei as tentativas de engravidar, meu ciclo é um pouco desregulado, mas na maioria das vezes eram um ciclo de 30 dias, ou seja era para ter menstruado dia 27/09 e até agora nada, então a 3 dias fiz o beta achando que poderia estar gravida, mas deu negativo e até agora não menstruei ainda, mas estou sentindo alguns desconfortos abdominais como cólicas. Será que está tudo bem? Isso é normal acontecer? O que eu faço? Obrigada!

    ResponderExcluir