quarta-feira, fevereiro 03, 2016

Posso engravidar de gêmeos tomando Clomid?

quais as chances de engravidar de gêmeos tomando clomid
Uma grande dúvida de mulheres que fazem tratamento para engravidar com Clomid (indutor de ovulação) é  sobre a possibilidade de ter gêmeos. Quantos por cento de chance de engravidar de gêmeos existe ao fazer uso de indutor de ovulação para engravidar?

Para muitas, ficar grávida nem sempre é um processo simples e rápido, há uma série de razões para que uma gravidez demore a acontecer, e entre essas razões estão dificuldades relacionadas com a ovulação.  

O que é Clomid?


Um dos medicamentos mais populares disponíveis para ajudar com questões relacionadas a ovulação é o Clomid, conhecido indutor de ovulação a base de citrato de clomifeno. Clomid age impulsionando a ovulação de uma mulher para que ela tenha maiores chances de engravidar. 
Clomid é um indutor de ovulação de ação idêntica ao Indux e Serophene, também indutores de ovulação a base de citrato de clomifeno. A única diferença entre eles é o laboratório de fabricação e os valores.

Embora não exija uma regra geral, a maioria das mulheres que utilizam Clomid conseguem engravidar entre o segundo e o terceiro ciclo de indução. Se a gravidez não acontecer nos 3 primeiros ciclos, talvez a dose da medicação tenha que ser reajustada pelo médico para os 3 cilcos seguintes. 

Embora Clomid seja muito  eficaz, existem alguns riscos envolvidos que vão desde alguns problemas de saúde até uma graidez de gêmeos.

Quais são as chances de engravidar de gêmeos com Clomid?

Clomid funciona de forma a estimular a quantidade e qualidade dos folículos, sendo assim é possível que em alguns casos, mais de um folículo seja liberado pelos ovários, havendo assim o que chamamos de  dupla ovulação. Isto ocorre quando o corpo liberta mais do que um óvulo de cada vez. Se uma mulher engravidar no ciclo de uma ovulação dupla, as chances de gêmeos são grandes.

As chances que um mulher tem de engravidar de gêmeos com o uso de Clomid   é de cerca de 10%. Gravidezes de trigêmeos ou mais, também são possíveis, mas a probabilidade fica em torno 1% apenas. 

As chances típicas de uma mulher engravidar de gêmeos é em torno de 4%, portanto embora 10% possa parecer uma grande probabilidade, utilizando Clomid, as chances e gravidez gemelar aumentam em apenas  6%.

Gêmeos concebidos por mulheres que tomam Clomid são mais frequentemente gêmeos fraternos e não gêmeos idênticos. Isto é devido ao estímulo de dupla ovulação promovido pelo uso de Clomid.

Se o seu médico indicar o tratamento com  Clomid e você passar a fazer parte dos 10% das mulheres que engravidam de gêmeos, certifique-se de que você está cuidando de sua saúde e fazendo um acompanhamento médico eficiente. Gestações gemelares são consideradas gestações de risco , assim como os partos de  gêmeos podem ser um pouco mais arriscados do que o nascimento de um único bebê. 

Muitas mulheres se perguntam se a saúde dos bebês gerados após o uso de clomid  é reduzida ou problemática. A resposta é não! São bebês tão saudáveis como qualquer outro. Então se essa é sua preocupação, fique tranquila. Clomid age estimulando a ovulação e aumentando a qualidade dos óvulos.

Pé no chão e esperança no coração!
Tatiana da Costa 
Compartilhar:

segunda-feira, fevereiro 01, 2016

Chá verde com gengibre e canela para ajudar a engravidar

chá verde com gengibre e canela para engravidar e perder peso
Uma mistura feita a partir de chá verde, gengibre e canela, tem se mostrado eficaz na restauração da ovulação e no controle de descontroles hormonais.
Algumas ervas, plantas, raízes e folhas são hoje a base de muitos medicamentos farmacológicos, aqueles que são manipulados em laboratórios e vendidos nos balcões das farmácias. Mas embora feitos com princípios ativos encontrados na natureza, não são naturais, pois levam em sua composição muitos outros elementos mais agressivos. 

Os tratamentos naturais no entanto, apresentam poucos ou quase nenhum efeito colateral e ganham cada vez mais espaço no mercado.

Chá verde para aumentar o muco cervical


O chá verde é rico em antioxidantes, polifenóis e hipoxantina, melhoram a qualidade dos óvulos e assim aumentam a percentual de embriões viáveis.
Além disso, uma pesquisa publicada pelo The Journal of  Reproductive Medicine afirmou  que  beber uma xícara de chá verde todos os dias, contribui para a maturação dos óvulos aumentando assim sua fertilidade. 

O chá verde não é considerado abortivo e se preciso, pode ser consumido durante todo o ciclo, mas o ideal é que seja consumido apenas nas duas primeiras semanas do ciclo ou até a ovulação. 
O consumo não deve ultrapassar 3 xícaras diárias. O chá verde além de contribuir com a qualidade dos óvulos é um grande estimulador da produção de muco cervical. O muco cervical abundante no período fértil, aumenta as chances de gravidez.

Leia também - Consumir Chá verde duplica as chances de gravidez

Gengibre para melhorar a vascularização do útero


O gengibre possui propriedades que contribuem para a regularização dos ciclos menstruais, além de aumentar a circulação sanguínea, melhorando a circulação para os órgãos reprodutivos e sexuais. O gengibre é considerado um poderoso afrodisíaco e pode ajudar homens e mulheres a aumentar líbido e o apetite sexual. Pode ser consumido na comida, como chá e até em sucos. O gengibre é um poderoso aliado da fertilidade.

Canela para restaurar a ovulação


Um estudo apresentado na Conferência Conjunta da Federação Internacional das Sociedades de Fertilidade afirma que a canela tem o poder de melhorar a função ovariana e restabelecer os ciclos ovulatórios. 
O estudo ainda informa que mulheres com ovários policísticos e dificuldade ovulatória, foram beneficiadas pelo tratamento a base de canela. Acredita-se que a maiar vantagem do uso da canela para restaurar os ciclos menstruais, esteja em sua capacidade de reduzir a resistência a insulina. Contribui na implantação do embrião  por ser um potente anticoagulante natural e assim ajudar no espessamento adequado do útero.

Chá verde com gengibre e canela aumenta as chances de engravidar



Devido suas propriedades isoladas, acredita-se que a combinação desses 3 poderosos aliados da natureza contribua para aumentar as chances de gravidez. Essa combinação aumenta a possibilidade de ovulação regular, aumenta a qualidade dos óvulos e age diretamente na produção de muco cervical, aumentando as chances de fecundação. Outro grande benefício está na melhora da circulação sanguínea que permite melhor vascularização do útero melhorando as chances de sucesso na implantação do embrião.
Não podemos esquecer que o chá verde aliado ao gengibre e a canela, ajuda na queima de gordura e perda peso. 
A Kampo de Ervas tem essa mistura prontinha na medida certa para você. Clique no botão compre aqui ao lado e adquira já o seu!

Como tomar chá verde com gengibre e canela para engravidar

2 xícaras/dia nas duas primeiras semanas do ciclo ou até o dia da ovulação, de preferência após o almoço e jantar.
Obs: Não pode ser consumido após a ovulação

Nos dias atuais, os tratamentos naturais, feitos a partir de chás, encapsulados e ervas, ganham cada vez mais espaço. Sua eficácia já é comprovada por diversos estudos realizados, portanto não se tratam de tratamentos paliativos ou pajelança como algumas pessoas imaginam. 

Como todo e qualquer tratamento, é interessante que o médico seja consultado a respeito. 

Outras indicações do consumo de chá verde com gengibre e canela.




  • Problemas cardiovasculares, aumentos nos níveis de colesterol e triglicerídeos
  • Fibromialgia fatiga crônica, cansaço
  • Pessoas com sobrepeso, obesas e com dificuldades no processo de emagrecimento.
  • Pessoas geneticamente predispostos ao câncer
  • Retenção de líquidos, pernas pesadas e inchaços nas pálpebras.
  • Má digestão e hiperacidez gástrica
  • Casos de frigidez e falta de libido
  • Gengivite, cáries e outros problemas dentários
  • Frio excessivo
  • Diabetes tipo II

Pé no chão e esperança no coração !

Tatiana da Costa 
Compartilhar:

quarta-feira, janeiro 20, 2016

Congelamento de embriões para gravidez futura

Diante do risco de microcefalia, aumentam as consultas de casais sobre congelamento de embriões ou óvulos para adiar a gravidez. Esta alternativa preserva as chances atuais de engravidar com relação à qualidade genética por tempo indeterminado, algo necessário para aqueles que estão em tratamento de fertilidade ou que por conta da idade podem ter problemas para ter filhos caso tenham que esperar muito para dar inicio às tentativas de gravidez.

“Após os 37 anos da mulher, independente de sua saúde, a queda da fertilidade é acelerada, por isso não é recomendável esperar para engravidar. Diante dessa situação muitos estão optando pela técnica de congelamento para a preservação da fertilidade” explica Dra. Genevieve Coelho, especialista em reprodução humana e diretora do IVI Salvador. A especialista comenta que as dúvidas das atuais pacientes e também de outras pessoas tem sido grande desde a notícia do surto de microcefalia.

congelamento de óvulos e embriões é considerado seguro há mais de 10 anos. A técnica consiste em fazer a crio preservação, ou seja, o congelamento rápido em nitrogênio líquido e manter a uma temperatura de -196º os embriões que foram fecundados a partir dos óvulos e espermatozoides do casal. “Mesmo com sua segurança comprovada, continuamos fazendo pesquisas de acompanhamento sobre diversos parâmetros de saúde dos bebês que nasceram por esta técnica. Por exemplo, em setembro de 2015 pesquisadores do IVI confirmaram que não há diferença de peso e prematuridade entre bebês nascidos de embriões frescos ou congelados” afirma Dra. Genevieve.

O que fazer se não precisar dos embriões?
Principalmente para os casais que vão congelar embriões como medida preventiva de infertilidade, pode ser que quando decidam dar continuidade no plano de engravidar consigam obter a gravidez naturalmente. Neste caso eles não são obrigados utilizar os embriões, mas podem mantê-los como um seguro para um plano de segunda gravidez, caso precisem.

No momento do congelamento, o casal deve deixar por escrito sua decisão sobre o destino a ser dado aos embriões em caso de divórcio, doenças graves ou falecimento e também se desejam doá-los um dia, conforme a norma do Conselho Federal de Medicina (CFM). “Também existe a opção mais simples de somente congelar os óvulos, que são os gametas que mais sofrem com o fator idade” esclarece a especialista.


Como é feito o congelamento de embriões?






Sirlene Cervera Zamboni
Marketing e Comunicação

IVI Fertilidade
Compartilhar:

segunda-feira, janeiro 18, 2016

Gravidez Ectópica: Primeiros sintomas de gravidez ectópica

a gravidez ectópica acontece fora do útero
Gravidez ectópica é aquela cujo o embrião se implanta fora do útero. Os locais mais comuns de implantação fora do útero são as trompas, ovários e o colo do útero.

O primeiro sintoma de gravidez ectópica, assim como da gravidez normal, é a ausência de menstruação, no entanto mesmo grávida de fato, é comum um teste de gravidez dar negativo quando a gravidez é ectópica. Algumas vezes a gravidez só é confirmada após a realização de um ultrassom. 

A maioria das mulheres que passam pela experiência de uma gravidez ectópica apresentam  sangramento ou uma dor aguda no abdômen inferior, normalmente em um dos lados. Infelizmente a gravidez ectópica não apresenta sintomas totalmente claros, em muitos casos não é possível sequer suspeitar de que algo está errado. 

Quando a gravidez ectópica é confirmada, não a nada a ser feito além da interrupção da gestação. A cirurgia nem sempre é necessária, mas  é geralmente a melhor opção. Infelizmente o embrião não é capaz de se desenvolver e sobreviver no exterior do útero, por isso não existe outra intervenção se não a interrupção da gravidez. Este tipo de gravidez também é perigosa para a mãe, por isso o diagnóstico precoce é tão importante.

Quando uma mulher que está grávida tem um sangramento intenso, a primeira coisa que lhe passa pela cabeça é um aborto espontâneo, mas nem sempre esse é o caso, por isso é importante consultar um médico caso isso aconteça.

Em alguns casos é possível interromper a gravidez com medicação. A medicação fará com que o embrião pare de se desenvolver e seja eliminado ou absorvido pelo organismo, mas na maioria dos casos a gravidez ectópica é descoberta já em estágio avançado e a cirurgia é a intervenção adequada. Nem sempre é preciso retirar a trompa ou ovário quando ocorre uma gravidez ectópica, a retirada da trompa só é necessária caso haja ruptura ou comprometimento irreversível.

O que causa uma  gravidez ectópica?


Não existe uma  causa clara para a ocorrência de gravidez ectópica. Sabe-se que fatores que dificultem a passagem do óvulo fecundado pelas trompas, sejam as principais causas de uma gravidez ectópica. Mulheres com mais de 35 anos, que apresentam ou apresentaram inflamações pélvicas, hidrossalpinge, clamídia , que usam DIU, fizeram uso de indutores de ovulação ou pílula do dia seguinte e ações que comprometam a movimentação natural das trompas como fumo por exemplo, tem maiores chances de ter uma gravidez ectópica.

Sintomas de gravidez ectópica



  • Beta HCG muito baixo ou negativo após as 4 semanas de gestação
  • Sangramento , leve ou intenso
  • Dor abdominal lateralizada e  de intensidade variável
  • Transpiração excessiva
  • Enjoo
  • Tontura
  • Diarreia ou sangue nas fezes

O diagnóstico de gravidez ectópica nem sempre é rápido, mas na ocorrência de qualquer dos sintomas citados a cima, é importante que o médico seja consultado.

Pé no chão e esperança no coração !
Tatiana da Costa 
Compartilhar:

domingo, janeiro 17, 2016

Aspirina Infantil: Descubra como usar para engravidar

aspirina infantil pode aumentar a fertilidade feminina e ajudar a engravidar
A Aspirina infantil é eficaz tanto para a ovulação quanto para a implantação do embrião no útero, sendo assim podemos afirmar que a aspirina infantil aumenta as taxas de sucesso nas tentativas de gravidez.

Frustração é a palavra que define o sentimento de muitos homens e mulheres que se depararam com a infertilidade em seu caminho. É fato que o avanço da medicina tem nos trazido soluções cada vez mais eficientes para a realização desse sonho.  A fertilização in vitro (FIV) é a opção mais conhecida e procurada por mulheres que querem engravidar. 

O problema é quem nem todas possuem condições financeiras para esses tratamentos de alto custo, e nesse momento as esperanças se voltam para tratamentos de fertilidade mais acessíveis. 

Existem alguns bons medicamentos para aumentar a fertilidade. Os indutores de ovulação encabeçam a lista dos mais utilizados, mas existe um tratamento ainda mais barato que pode ajudar a engravidar mais rápido

Um Estudo revelou que 17% das mulheres que foram submetidas ao tratamento com aspirina infantil, melhoraram a função ovariana e o fluxo sanguíneo uterino, o que beneficiou diretamente a produção de folículos e o espessamento do endométrio. Em consequência disso, normalizou-se  ovulação e as chances de implantação do embrião foram significativamente maiores. 
Segundo o médico especialista Dr. Richard Paulson, vice-presidente da American Society for Reproductive Medicine, mulheres que querem engravidar, devem tomar uma dose minima de 75 mg de Aspirina Infantil (ácido acetil salicílico ) diariamente para aumentar a chances de engravidar.

Como age a aspirina infantil na fertilidade feminina?


Aspirina Infantil aumenta o fluxo sanguíneo


Aumentar o Fluxo sanguíneo e circulação eleva  as chances de engravidar porque contribue para o fornecimento adequado de oxigênio  e nutrientes vitais para os órgãos envolvidos no processo de gravidez. 

O Aumento do fluxo sanguíneo ajuda o útero, ovários, cérebro (responsável pelo início do ciclo de ovulação no hipotálamo) a funcionar em uma velocidade mais elevada. Quanto mais sangue rico em nutrientes circular, maiores serão as chances do organismo trabalhar corretamente e regular a produção de hormônios reprodutivos necessários para a ovulação e concepção, bem como o espessamento das paredes do útero para a implantação do embrião. 

A Aspirina Infantil é eficaz quando o assunto é o aumento do fluxo sanguíneo e circulação,o que pode ajudar a aumentar a fertilidade e o resultado final pode ser a gravidez esperada.

Aspirina Infantil reduz o risco de aborto espontâneo


Quem já passou por um aborto, sabe o quão doloroso e frustante é esse acontecimento. Nos dias que antecedem a implantação do óvulo fecundado na parede interna do útero, as chances de um aborto precoce (gravidez química) são bastante elevadas. 
Aspirina infantil trabalha para reduzir esse risco, ajudando o endométrio adquirir a espessura ideal para uma implantação de sucesso e um seguro desenvolvimento do bebê. 

As mulheres com maior risco de aborto precoce ou perda ovular, podem ter o que é conhecido como anticorpos anti fosfolipídicos, que por sua vez podem  causar problemas de coagulação que interferem com o espessamento da parede uterina ameaçando o desenvolvimento do embrião. 
A Aspirina infantil atua na diluição do sangue ajudando a evitar a coagulação do sangue.


Quanto de aspirina infantil devo tomar para engravidar?


A Aspirina infantil só traz benefícios a saúde reprodutiva, se tomada numa dosagem segura. A   dose segura de aspirina infantil para engravidar vai 75 mg a 81 mg/dia, doses maiores que o recomendado podem , ao invés de ajudar, trazer problemas graves de saúde. Doses elevadas aumentam as chances de sangramentos gastrointestinais e hemorragias. 
Não tome aspirina infantil sem o conhecimento de seu médico, é fato que a aspirina infantil pode ajudar a engravidar e evita o aborto prematuro, mas não é indicada para todas as mulheres. Se você é do tipo que apresenta sangramentos nasais com frequência por exemplo, a aspirina infantil pode não ser a mais indicada para o seu caso. Responsabilidade e consciência é tudo quando o que está em jogo é sua saúde. 


A Dr Silvana Chedid, especialista em reprodução humana e Diretora do IVI São Paulo, alerta sobre os riscos do uso  indiscriminado da aspirina infantil, sobre tudo sem acompanhamento médico. Ela salienta que os benefícios e riscos do uso da aspirina infantil devem ser avaliados caso a caso e alerta para necessidade de relatar ao médico a pré disposição para sangramentos excessivos antes de iniciar o tratamento com AAS Infantil para engravidar (aspirina infantil).

OBS: Algumas pessoas podem ser alérgicas ao ácido acetil salicílico (aspirina). Reforçamos a necessidade de orientação médica para o uso da aspirina infantil.

Pé no chão e esperança no coração!
Tatiana da Costa 


Compartilhar:

domingo, janeiro 10, 2016

Vitex - Como tomar vitex para aumentar a fertilidade e engravidar

vitex é um excelente tratamento natural contra a infertilidade
Vitex pode te ajudar a engravidar. Entenda como !

Ficar grávida não é tão fácil quanto algumas pessoas imaginam, pelo menos não para a grande maioria. Problemas de fertilidade são comuns hoje em dia e os casais estão recorrendo a medicamentos para fertilidade e tratamentos de fertilidade complicados, caros e que também não podem garantir o sucesso de uma gravidez. 
No entanto as alternativas naturais também vem ganhando espaço e credibilidade no tratamento de infertilidade, e o melhor, vem rendendo bons relatos e resultados positivos. Vitex é uma dessas ervas.
Compartilhar:

sexta-feira, janeiro 08, 2016

Remédio para Engravidar - As 3 melhores alternativas para engravidar


as três melhores alternativas para engravidar mais rápidoA busca por remédios que ajudem a engravidar mais rápido tem aumentando significativamente, isso porque tentar engravidar pode ser uma tarefa difícil para algumas mulheres e elas com certeza gostariam de saber qual é o melhor remédio para engravidar e para tratar a infertilidade. 

A medicação pode melhor sua fertilidade para que seu corpo esteja em melhores condições para engravidar mais rápido, mas nenhuma pílula prescrita ou natural, vai garantir em 100% uma gravidez. A fertilidade pode melhorar  com diferentes tipos de remédios disponíveis. As opções vão desde ervas para misturas naturais, vitaminas, até medicamentos prescritos. Qualquer uma dessas opções tem potencial para melhorar a fertilidade feminina e ajudar a engravidar mais rápido.
Compartilhar:

Período Fértil - Tabela do Período Fértil

tabela que calcula de forma simples o período fértil
Calcular o Período Fértil pode ser um desafio para algumas mulheres. Entender como e quando acontece a ovulação, porque os dias que antecedem e até alguns dias após a ovulação são considerados dias férteis é algo um tanto quanto complicado.


O cálculo do período fértil depende do tamanho do ciclo, ou seja, de quantos dias se passam entre uma menstruação e outra. Por isso, para que você consiga calcular o período fértil é preciso que tenha anotado pelo menos os dois últimos ciclos menstruais.
Compartilhar:

sexta-feira, janeiro 01, 2016

Endométrio- Qual a espessura ideal para engravidar?

espessura ideal do endométrio para implantação do embrião
O endométrio é um tecido, uma mucosa vascularizada que reveste o útero internamente. A principal função do endométrio é servir de "cobertor", acolhendo, protegendo e nutrindo o embrião nas primeiras semanas de gestação.
Quando a  implantação não acontece, o endométrio é expelido pelo processo que conhecemos como menstruação.
A natureza trabalha todos os meses para que uma gravidez seja possível, por isso todos os meses o endométrio é secretado, se torna um berço macio  de tecido e vasos, a espera do embrião. A menstruação é apenas o novo início de todo o processo.
Compartilhar:

quinta-feira, dezembro 31, 2015

Água inglesa para engravidar mais rápido

Água inglesa melhora a fertilidade ajudando a engravidar mais rápido
A Água inglesa é um  fitoterápico, produzido a partir de ervas amargas, que trazem grandes benefícios a saúde fértil da mulher.

As indicações de água inglesa são diversas, mas ela atua principalmente melhorando a fertilidade, desintoxicando o organismo de hormônios sintéticos como anticoncepcionais e indutores de ovulação.
Compartilhar:

quarta-feira, dezembro 30, 2015

É possível engravidar com mioma submucoso?

é possível engravidar com mioma submucoso
Mioma é bastante comum e muitas mulheres sequer sabem que  tem. Na verdade, muitas mulheres são capazes de engravidar sem dificuldades mesmo com miomas no útero. No entanto, há momentos em que um mioma submucoso pode trazer grande dificuldade para engravidar

Alguns médicos podem sugerir que se espere um tempo na esperança que os miomas desapareçam sozinhos. Sim , isso às vezes acontece e por mais que pareça absurdo, isso é algo que acontece, mesmo sendo mais comum após a menopausa. Outros planos de tratamento podem ser necessários, e se a intenção é engravidar o tratamento deve começar o quanto antes.
Compartilhar:

Amigas à Flor da Pele