domingo, novembro 29, 2015

Sexo na gravidez: Relação aumenta risco de aborto?

Se sua gestação está progredindo sem problemas, fazer sexo na gravidez é seguro.

Sexo durante a gravidez

É fato que a maioria das mulheres grávidas se sentem inseguras quanto ao sexo. Muitas gestantes perdem a vontade de manter relações sexuais, em parte por conta da atividade hormonal gestacional e também por receio de prejudicar o desenvolvimento da gravidez. Mas, a verdade é que, desde que sua gravidez está progredindo normalmente sem problemas reais, o sexo durante a gravidez é completamente seguro. 


Não há pesquisas que indiquem que o sexo durante a gravidez  traga dano a gestação ou ao bebê. Portanto se o problema for medo de fazer mal ao bebê ou ao progresso da gravidez, se liberte desse pensamento e aproveite para curtir bons momentos ao lado do ser amado.
Sexo pode causar aborto?

Não há nenhuma evidência de que o sexo durante a gravidez possa provocar um abortamento. Abortos que normalmente ocorrem nas primeiras semanas de gravidez são geralmente devido a anormalidades cromossômicas, que uma vez existentes não podem ser revertidas. Durante a gravidez, o bebê tem não só o saco amniótico, mas também as fortes muralhas do útero materno a seu redor para protege-lo, então sexo durante a gravidez não deve ter qualquer efeito negativo na saúde do bebê. Dito isto, alguns médicos pedem que as mulheres evitem "sexo violento" durante a gravidez.  Outro conselho é que principalmente nos últimos meses de gestação, o sexo anal seja evitado para não contribuir com o surgimento de hemorroidas que são bastante frequentes em gestantes.

Quando evitar o sexo durante a gravidez

O sexo durante a gravidez deve ser evitado em algumas situações e condições especificas. Se você possui histórico de abortos anteriores, deficiência de progesterona, sangramento, hematoma, descolamento do saco gestacional ou da  placenta, placenta prévia e perda de líquido amniótico, recomenda-se que a atividade sexual seja suspensa até que a situação se normalize. Algumas mulheres são orientadas a se manter sem sexo até o fim da gestação.

A verdade é que muitos casais, especialmente aqueles que sofreram com perdas anteriores, podem se sentir nervosos sobre ter relações sexuais durante a gravidez, e podem ter receio de "machucar o bebê." Embora não haja provas científicas para apoiar isso, se um casal tem medo de ter sexo durante a gravidez, não deve se sentir pressionado a fazê-lo. Alguns casais só sentem mais confortáveis após o primeiro trimestre gestacional. O fato é que se existe alguma dúvida e receio quanto ao sexo na gravidez , o ideal é conversar com seu médico a respeito. 

Pé no chão e esperança no coração !
Tatiana da Costa 

Compartilhar:

0 comentários:

Postar um comentário