sexta-feira, dezembro 20, 2013

Descubra qual o melhor método para calcular o período fértil

Quando nos programamos para a maternidade, é essencial que saibamos identificar nosso período fértil, pois é somente nesse curto espaço de tempo (5 dias)que uma gravidez se faz possível.

Um recente estudo de uma marca conhecida de testes de gravidez e ovulação, apontou que apenas 4 entre 10 mulheres sabem calcular seu período fértil. Não é a toa que muitas passam anos tentando conceber sem sucesso.

Abordamos esse tema com certa frequência, a fim de esclarecer e informar sobre todos os métodos para calcular ou identificar o período fértil.

De uma forma geral podemos dizer que existem 5 métodos  caseiros para identificar  o período fértil.  A tabelinha, toque do colo do útero, testes de ovulação, calculadoras do período fértil e o MOB ( Método de ovulação Billings).

Qual a melhor forma de calcular o meu período fértil

Para identificar o melhor método algumas coisas devem ser levadas em conta, pois nem tudo funciona para todas.

A tabelinha e as calculadoras de ovulação, por exemplo, não são os melhores métodos para mulheres com ciclos muito irregulares ou portadores de SOP (síndrome dos ovários policísticos). Os ciclos normalmente não seguem um padrão, e fica impossível não só prever o período fértil como também ter certeza da ovulação.

O toque do colo do útero é um método muito simples e confiável, mas algumas de nós encontramos certa dificuldade tanto para tocar o útero quanto para identificar o aspecto em que ele se encontra.  Esse é um método que eu particularmente nunca consegui utilizar. Não sei se meu colo é muito alto ou se os meus dedos são muito curtos, mas verdadeiramente, tentei por diversas vezes e nunca consegui alcançar o colo.

Para outras a dificuldade é em reconhecer a atual condição do útero, se mole ou duro, se baixo ou alto, se aberto ou fechado.  Esse ponto em particular pode ser resolvido com a prática. É importante tocar o colo, principalmente no inicio da utilização do método, várias vezes durante o ciclo, para aprender a identificar como ele é quando está mais baixo, mais alto, mais firme, enfim, identificar suas mudanças.  Já as amigas de mãos pequenas como eu, acredita que devam tentar outro método.

O teste de ovulação de urina é um dos métodos mais simples, mas necessita de um investimento financeiro. O teste é capaz não só de apontar o período fértil e a ovulação, com até 48 horas de antecedência. Porém é importante que sejam feitos em  intervalos máximos de 10 horas.
Algumas mulheres conseguem seus positivos fazendo apenas um teste por dia, no fim da tarde normalmente, mas como o LH, hormônio que caracteriza a ovulação, é eliminado pela urina, o momento exato do pico e assim o positivo no teste de urina, pode não ser identificado caso o teste seja feito muitas horas após esse momento.

O teste de ovulação de saliva requer um investimento único e pode ser usado por vários ciclos, mas muitas encontram dificuldade em decifrar a imagem do microscópio.

O MOB (método de ovulação Billings) é um método em que vários pontos são analisados. Uma junção de sintomas físicos, que analisados em conjunto, podem indicar o período mais propício às tentativas de engravidar. Recomendo esse artigo para maiores informações sobre o método.

Mas como todos os anteriores, o MOB também tem seus pontos negativos. Algumas mulheres não produzem muco cervical em quantidade satisfatória, e tantas outras não percebem qualquer sintoma diferente nesse período.

Com isso entendemos que não existe um único método que possa ser apontado como o melhor. É preciso descobrir qual o melhor para você, para o seu caso e para sua realidade.

Mulheres com ciclos regulados podem desfrutar da comodidade das calculadoras de ovulação ou aplicativos disponíveis. Essa calculadora Aqui, além de indicar os dias férteis, informa qual o dia mais propício para conceber menino e menina.

Os apps são muitos, mas ESTE, é um dos mais utilizados.
Eu particularmente sou adepta do MOB e dos testes de ovulação tanto de saliva quanto de urina. No meu caso os utilizo para contracepção já que tenho 2 filhos e no momento é arriscado para minha saúde engravidar novamente. 
O ideal é se arriscar em cada um dos métodos citados e descobrir qual o seu melhor método de calcular o período fértil. 

Podem estar sentindo falta da medição da temperatura basal, porém esse não é considerado um método para descobrir o período fértil, pois a temperatura basal da mulher só sobe após a ovulação e antes disso, não existe qualquer variação na temperatura corporal da mulher. 


Compartilhar: