sexta-feira, outubro 18, 2013

Chá de inhame para estimular naturalmente a ovulação

O chá de inhame além de muito nutritivo, traz inúmeros benefícios à saúde de um modo geral. Melhora o funcionamento do sistema imunológico, ajuda na produção natural de insulina do organismo, estimula a ovulação naturalmente e é rico em vitamina B6, a vitamina que mais traz benefícios a fertilidade feminina.

Muito tem se falado do inhame como indutor de ovulação, e algumas críticas equivocadas vem aparecendo com certa frequência.
Hoje, falaremos um pouco mais sobre a ação do chá de inhame como indutor natural de ovulação, e apresentaremos uma opção tão poderosa quanto o chá.


Chá de inhame para induzir a ovulação

Assim como os indutores Clomid, Indux e Serophene, o chá de inhame potencializa a ovulação, promovendo um maior número de folículos primários, e eventualmente produzindo mais de um folículo dominante (folículo que libera o óvulo).

Além de o inhame ser rico em vitamina B6, que age diretamente na fertilidade de homens e mulheres, ele possui uma substância chamada fito-hormônio Diosgenina, que em nosso organismo se transforma em dehidroepiandrosterona (DHEA). Essa por sua vez pode ser  convertida em estradiol, progesterona entre outros.

O site americano Herbalist Susun Weed que foca suas pesquisas nas alternativas naturais, afirma que o chá de inhame consumido nas duas primeiras semanas de um ciclo menstrual, melhora a fertilidade, convertendo a diosgenina em outros dois hormônios essenciais para a ovulação, o hormônio luteinizante(LH) e hormônio folículo-estimulante(FSH). O FSH é o responsável por estimular o crescimento dos folículos e o LH, responsável pela liberação do óvulo pelo ovário. 

A ação do chá de inhame no organismo feminino, é bem semelhante a ação dos indutores de citrato de clomifeno, mas de forma menos agressiva. Diferente do citrato de clomifeno que não tem ação benéfica na proliferação da camada interna do útero, o chá de inhame se mostra capaz de promover uma aumento de progesterona após a ovulação, auxiliando na espessura endometrial adequada para implantação do embrião. 

O chá de inhame e a síndrome dos ovários policísticos

A pergunta que não quer calar é : Quem tem ovários policísticos  pode tomar o chá de inhame? Primeiro é preciso dizer que ter alguns microcistos nos ovários não indica que você tenha a síndrome (SOP). A SOP é caracterizada principalmente por importantes alterações hormonais, tais como, aumento de testosterona, resistência a insulina, alterações com o FSH, LH, T3, T4, T4 livre e TSH,SHBG e SDHEA.


Se o seu diagnóstico for realmente de SOP, e existirem principalmente alterações nos níveis de Testosterona, o uso do inhame é contra indicado.
Testosterona demais no organismo da mulher impede que os hormônios femininos trabalhem normalmente, e com isso os descontroles e os microcistos aparecem. O chá de inhame pode aumentar os níveis de testosterona, e por isso, pode não ser sua melhor opção.

Mas existe uma contradição quanto a isso, já que alguns nutricionistas recomendam o inhame como forma de combater a resistência a insulina presente na síndrome dos ovários policísticos. A nutricionista Patrícia Bertolucci é uma das que defendem o uso do inhame para portadoras da síndrome.

O chá de inhame pode desregular o ciclo menstrual?


Esse é um ponto importante a ser esclarecido. Muitas mulheres vêm se queixando de ciclos mais longos após o uso do chá de inhame para estimular a ovulação.

De fato os ciclos podem ser mais longos, mas isso não indica que o chá de inhame prejudicou o seu ciclo. Assim como acontece com o uso de indutores de ovulação, os folículos são mais estimulados e crescem um pouco mais do que cresceriam sem o estímulo do chá. Portanto é seguro afirmar que o chá de inhame não prejudica o ciclo, o chá de inhame prolonga o período fértil de algumas mulheres, e isso pode ser considerado como um ponto positivo.  Assim você tem mais oportunidades de “treinar”, e possivelmente terá óvulos de mais qualidade.

Não gosto do sabor do chá de inhame, existe outra opção?

Nem todas suportam o aspecto gosmento que o chá de inhame pode apresentar quando feito de forma correta. Como alternativa para as mulheres que não se deram bem com a ingestão do chá de inhame, ele pode ser substituído pelas cápsulas ou mesmo pelo elixir de inhame. Há quem diga que o elixir é a forma mais potente do inhame, já que existe uma maior concentração de todas as suas propriedades.
O elixir de inhame promete o mesmo efeito, sem o aspecto mais viscoso do chá.

Como tomar o  chá de inhame para estimular a ovulação

Quando in natura o inhame pode ser consumido cozido, refogado, em forma de chá ou suco.

O chá de inhame deve ser tomado em jejum por 8 dias, e o primeiro dia de ingestão pode variar de acordo com o seu ciclo.
O ideal é tomar o chá de inhame até no máximo o dia da ovulação. Se o seu ciclo for de 28 dias, vai consumir o chá do 7º ao 14º dia do ciclo, se for um ciclo de 30 dias, vai consumir do 9º ao 16º dia, e assim por diante.
Para saber exatamente quando deve começar e parar de tomar o chá é preciso que você conheça o seu ciclo ou pelo menos tenha uma ideia de como ele funciona. 
Se sua menstruação nem sempre segue um padrão regular, o melhor é consumir o chá de inhame da seguinte forma.

Ciclos que sempre adiantam : do 5º ao 11º dia do ciclo
Ciclos que sempre atrasam :   do 9º ao 16º dia do ciclo
Pode não ser a forma perfeita, mas com certeza é a mais indicada para ciclos irregulares. 

Receita do chá de inhame 

250 ml de água
Cascas de 1 inhame médio

Lave bem as cascas e deixe ferver bem até que o líquido reduza  pela metade.

Como tomar o elixir de inhame para estimular a ovulação

A posologia (forma de tomar) é de 2 colheres de sopa( aproximadamente 15 ml), em jejum por 8 dias até no máximo o dia da ovulação.

O elixir de inhame pode ser encontrado em casas que vendem  produtos naturais. Seu valor está em torno de vinte reais. Um frasco de elixir de inhame é o suficiente para dois ciclos.

No caso das cápsulas, recomenda-se de 1 a 2 cápsulas em jejum pelo mesmo tempo de administração do chá de inhame e do elixir de inhame.
Clique Aqui e conheça outras alternativas naturais para ajudar a engravidar

Inhame para engravidar

Como tudo o mais que surge para ajudar a induzir a ovulação, o chá de inhame, embora seja um ótimo indutor de ovulação natural, pode não funcionar para todas e nem todas se adaptam a seus efeitos. Isso acontece até mesmo com os medicamentos indicados pelos médicos. Quantas mulheres já fizeram uso de indutor de ovulação e não obtiveram sucesso ? Quantas tiveram reações desagradáveis? Quantas acharam que o indutor prejudicou o ciclo por "atrasar" a menstruação ?

O mais importante sempre é adquirir a maior quantidade possível de informação sobre o produto a ser utilizado e ouvir a opinião do seu médico de confiança. 

Essas campanhas equivocadas de "Pare de tomar o inhame agora", são infundadas na grande maioria dos casos. O chá de inhame não desregula o ciclo e o chá de inhame não causa descontrole hormonal. Ele pode em alguns casos prolongar o período fértil e isso não tem nada de negativo, muito pelo contrário.  Para saber se vai ajudar no teu caso em específico, é preciso que você tenha conhecimento da sua real condição.

Pé no chão e esperança no coração!
Tatiana da Costa 

Compartilhar:

Amigas à Flor da Pele