domingo, agosto 21, 2011

Obstrução das trompas

Quando tomamos a decisão de engravidar, normalmente procuramos um ginecologista afim de iniciar uma investigação para concluir se estamos ou não aptas a alcançar a maternidade. Exames hormonais e ultrassonografias são  o ponta pé inicial dessa maratona. 


Tudo certo,  iniciam-se os treinos. Meses se passam e nada acontece, a ansiedade começa a crescer cada vez mais, e  surgem as amigas e familiares dizendo que a culpa é sua que não se mantem calma e confiante. Você então numa luta contra si, sai em busca de alternativas para controlar a aflição e desespero. Florais , homeopáticos, Ioga , terapia. Você recorre a tudo que lhe é indicado  e o resultado não aparece. Um  ano é decorrido, e como dizem os médicos só então é a hora de começar uma investigação mais profunda. 

Todos os exames iniciais são refeitos e na sequência é pedido o exame de maior temor das treinantes a HISTEROSALPINGOGRAFIA (  Exame de RX onde injetam através do útero líquido contraste, de modo a preencher o interior do útero e as trompas. Serve para avaliar se as trompas estão ou não obstruídas, além de examinar a cavidade uterina, verificando a presença de pólipos ou miomas que também podem pressionar as trompas), esse palavrão assusta até a mais corajosa e confiante das futuras mamães. Ao  pegar o resultado do exame , eis que surge a verdadeira vilã da sua história, A ou As trompas. 

Obstrução Unilateral e Obstrução Bilateral

Trompas saudavéis

O resultado pode entre outras coisas apresentar a obstrução unilateral ou bilateral das trompas.



Obstrução Unilateral - uma das trompas 
Obstrução Bilateral - de ambas as trompas

Quando a obstrução é unilateral , nem sempre existe a necessidade iminente de cirurgia, pois com uma única trompa você pode engravidar de forma natural , talvez isso leve um pouco mais tempo do que gostaria , mas a gravidez fatalmente surgirá.

Quando a obstrução é bilateral a coisa se complica um pouco mais. As duas trompas estão impossibilitadas de conduzir o óvulo até o útero e também não tem condições de permitir que os espermatozoides entrem para fecundar o óvulo. 

Com esse tipo de obstrução é impossível que você consiga uma gravidez de forma natural sem qualquer tipo de intervenção médica. Nesse caso você tem duas alternativas, uma cirurgia afim de tentar a desobstrução e restabelecimento de uma ou de ambas as trompas,  ou a FIV( Fertilização In Vitro).
Muitas mulheres não podendo suportar uma grande espera,ou mesmo por não terem essa indicação cirurgica,  recorrem a FIV que proporciona 60% de chances de  alcançar a maternidade já numa primeira tentativa.

Cirurgia para desobstrução das trompas 

A cirurgia nem sempre consegue resolver o problema e não é indica em todos os casos. Casos extremamente complexos em que as trompas estão demasiadamente rígidas, com comprimento aumentado, ou quando os cílios não mais funcionam, ou ainda  se houver  lesões graves causadas pelo acúmulo de líquido seroso (consequência de infecções), podem levar a retirada de uma ou de ambas as trompas. 
As chances de gravidez, no caso da cirurgia de desobstrução ser indicada, varia de 25% a 50% . As chances vão variar de acordo com a localidade comprometida da trompa.

A cirurgia pode ser uma laparoscopia ( executada através de pequenos orifícios criados no abdômen) ou laparotomia ( cirurgia de abdômen aberto, corte similar ao da cesárea). A forma de cirurgia será avaliada de acordo com a necessidade pelo profissional capacitado. O retorno aos treinos vai depender de sua recuperação,e do tipo de cirurgia que foi executada por isso pode variar de paciente para paciente.

Causas de obstrução das trompas

Em alguns casos não é encontrada uma explicação coerente para a obstrução das trompas, mas é sabido que algumas condições e complicações  podem levar a esse problema , citaremos alguns deles a seguir.

DIU- ( dispositivo intra uterino) Poucas pessoas sabem disso, mas o DIU pode causar algumas infecções na mulher que levam a obstruções tubárias ou mesmo gravidez ectópcia(desenvolvimento do embrião ainda nas trompas) que por sua vez pode levar a ruptura total da trompa causando a perda da mesma ou até mesmo a morte materna.

Tuberculose- Pode causar um tipo de inflamação e cicatrizar as paredes das trompas, aderindo uma na outra.

Cirurgias ginecologistas - São elas:dilatação, curetagem, cesárea ou ainda cirurgia nos ovários, que por consequência podem causar aderências  obstruindo total ou parcialmente as trompas.
Aderências acontecem quando um tecido de qualquer órgão junta-se com outro tecido do mesmo ou de  outro órgão .
As aderências em torno das trompas de Falópio também podem dificultar ou impossibilitar a chegada do esperma ao óvulo

Fibromas ou Miomas - Uma ou ambas as trompas de Falópio podem ser comprimidas ou bloqueadas, impossibilitando a chegada dos espermatozoides ao óvulo

Endometriose- Doença comum na mulher, em que a camada que reveste o útero (endométrio) descama e pode se implantar em outras áreas (saco de Douglas, ovários, tubas uterinas, bexiga, ureter, reto e vagina) causando reações inflamatórias ou aderências. É responsável por 20 a 30% de casos de infertilidade duradoura, geralmente em mulheres com mais de 25 anos de idade. 

Apêndice supurada  pode ocorrer infecção dos ovários e das tubas uterinas e consequentemente a obstrução das mesmas.

Doença de Chron - É uma inflamação crônica da parede do intestino que pode causar uma salpingite ( inflamação das trompas).


Cistos endometriais - Se ocorrerem nas trompas de Falópio, os cistos podem obstruir a passagem do óvulo. 

DIP - A doença inflamatória pélvica (DIP) é uma infecção dos órgãos reprodutores femininos, causados por ação bacteriana, com maior frequência entre as mulheres jovens que mantem constantes relações sexuais. Raramente ocorre após a menopausa. Mais comumente causadas pela clamídia e gonorréia. Pode causar salpingite e levar a infertilidade feminina.

Gravidez Ectópica - Gravidez que se desenvolve nas trompas. Pode causar obstrução ou perda da trompa. Em casos em que a trompa sofre ruptura a mãe corre risco de morte. Vale salientar que a gravidez ectópica pode ser uma das consequências do uso de indutores de ovulação.

Sintomas de obstrução das trompas

A obstrução das trompas não apresenta qualquer sintoma além do fato da mulher não conseguir engravidar.
Dores ou complicações nas trompas podem ser sentidas pela mulher durante algum quadro infeccioso ou inflamatório , como é o caso da salpingite e da gravidez ectópica. No mais, com o fato já consumado , ou seja, com a trompa já obstruída, infelizmente não há sintomas que indiquem o problema.

Nada está perdido

É importante ter em mente que nada está perdido ao se receber um diagnóstico de obstrução tubária. A medicina nos oferece algumas possibilidades para se alcançar uma gestação de sucesso. Alguns estados oferecem a FIV gratuita em muitos estabelecimentos , sobre tudo nos Hospitais das Clínicas. Alguns laboratórios oferecem a FIV de forma gratuita para doadoras de  óvulos. Numa próxima oportunidade estarei postando locais de baixo custo e de FIV gratuita.




Pé no chão e esperança sempre no coração !

Tatiana da Costa 
21/08/2011



Compartilhar:

Amigas à Flor da Pele