sexta-feira, fevereiro 26, 2016

5 coisas que você vai querer saber antes de começar tentar engravidar

Algumas (muitas) mulheres se sentem ingênuas após perceberem que tinham uma ideia totalmente equivocada do que esperar das tentativas para engravidar. A ideia inicial é que engravidar seja algo simples e rápido, afinal é da natureza humana procriar. Nossos corpos enquanto homens e mulheres, foram projetados para se encaixarem com perfeição e fazerem real a mágica da vida. Nove meses depois um bebê nasceria e pronto, sucesso, felicidade garantida, família aumentando e vida que segue. 

Então resumidamente seria algo do tipo, parei a contracepção, minha menstruação atrasou, tive um ataque histérico de felicidade, positivo nas mãos e pronto, vou ser mamãe.  Simples assim, mas nem sempre. A realidade para um número imenso de homens e mulheres é bem outra e deve ser revelada, afinal não há nada que permaneça oculto por muito tempo.

Aqui estão as cinco coisas que toda mulher deve saber antes de parar com a contracepção.

1. Pode levar algum tempo. 


A maioria das mulheres vai engravidar dentro de seis ciclos. Para algumas  é até bem rápido, como aconteceu com aquela sua prima chata ou vizinha barulhenta, mas para outras tantas, pode demorar . Não se assuste se esse for o seu caso, cada corpo age e reage de uma forma diferente. Pode ser que seu organismo leve mais tempo para se adaptar a nova realidade, alguns ajustes talvez sejam necessários. De uma forma geral prepare o corpo e a mente para as tentativas para engravidar. A mente talvez seja o ponto chave desse processo, não a subestime.

2. Nem todos os ciclos são iguais.

Existem mulheres reguladas, sim elas não são mito, mas para a grande maioria os ciclos podem divergir. As diferenças nos ciclos menstruais podem variar naturalmente  sem que isso indique algum problema ou descontrole hormonal.
Ciclos que divergem em até 5 dias são comuns e não merecem preocupação,  sua atenção deve ser redobrada caso o atrasos sejam maiores que 10 dias.

3. Abortos são mais comuns do que você imagina.


É difícil imaginar que algumas vezes nosso próprio corpo "age" contra nosso maior desejo. Essa é uma dura realidade e as estatísticas e afirmações médicas não deixam dúvidas.  15 a 20% das mulheres sofrem um aborto em sua primeira gestação. Isso é algo terrível sim , mas é vital que você conheça essa informação antes de começar as tentativas para engravidar.  Comum, normal é encontrar vida e não o contrário, mas a natureza age de forma a evitar que óvulos fecundados que não sejam saudáveis continuem a se desenvolver. É um processo de seleção natural, ainda que doloroso.

4. Você fará coisas que não imagina. 

Ficará de pernas para cima após a relação, colocará o dedo dentro da vagina mais do que o de costume apenas para checar como anda o colo do útero, fará xixi em dezenas de testes de ovulação e gravidez, vai sentir raiva da amiga que engravidou antes de você, vai se irritar com seu parceiro porque não foi possível ter sexo no melhor dia do ciclo, vai colocar um termômetro na vagina ou ânus porque a amiga do fórum disse que é a melhor maneira de controlar a temperatura basal e entre outras muitas coisas em algum momento vai se sentir cansada e ter vontade de desistir. 

5. Tudo o que sentir de diferente será interpretado como sintoma de gravidez 

Qualquer cólica ou pontada no abdômen será interpretada como possível implantação do embrião. Qualquer gosto estranho na boca será interpretado de forma diferente e parecerá metálico. Os seios em algum momento vão estar mais doloridos que o de costume, e você nem se dará conta que o motivo talvez seja aperta-lo a cada 5 minutos para checar se estão doloridos. Todo xixi será excessivo, os enjoos vão surgir e mesmo que sejam fruto de algum alimento que não caiu bem , será motivo de dúvida . Será? Estou grávida ? Vai encher as páginas do fórum, ou a caixa de mensagem das amigas relatando cada detalhe do ciclo, todos os sintomas "diferentes" e vai terminar com a pergunta. E aí, acha que estou grávida?

Quando o coração pede, não tem jeito, a única saída é ir em busca da realização desse sonho, mas devidamente informada. Depois não vem dizer que ninguém avisou hein!

Pé no chão e esperança no coração!
Tatiana da Costa 

Compartilhar: