sexta-feira, junho 06, 2014

Níveis elevados de açúcar no sangue causam problemas de fertilidade

Taxas de açúcar acima do normal no sangue podem diminuir as chances de engravidar. Saiba como manter sua taxa glicêmica sob controle para manter suas  chances de engravidar naturalmente de forma saudável.

Milhões sofrem de diabetes ou pré diabetes nos dias de hoje sem ao menos saberem que estão próximos de serem portadores de diabetes. A Diabetes Tipo II é mais comum, sobretudo por se tratar de uma enfermidade causada principalmente pela má alimentação e sedentarismo. Esse problema traz consigo efeitos colaterais que podem alterar sua rotina e sua saúde de um modo geral. Um dos efeitos colaterais é a diminuição da fertilidade de homens e mulheres.


Níveis normais de açúcar no sangue variam de 60 a 99 mg/dl em jejum . Valores entre 100 e 120 são considerados alterados e podem indicar pré diabetes. Valores superiores a 126mg/dl em jejum, caracterizam diabetes.

Níveis elevados de glicose causam problemas de fertilidade

Quando a dificuldade para engravidar aparece, nos preocupamos em manter preventivo, ultrassom e exames hormonais em dia para afastar ou identificar um problema que justifique a baixa fertilidade. Porém alguns médicos, se esquecem de começar a investigação pelo básico, verificando elementos simples que podem ser observados através de um hemograma completo. O nível glicêmico é um deles.  Você deve ter os seus níveis de glicose no sangue testados para se certificar de que não existe diabetes ou uma pré disposição a ela.
Na maioria dos casos, pequenos desajustes de glicose não causam problemas de fertilidade, mas pode causar problemas quando se trata de manter a gravidez.
A ovulação e fecundação podem até acontecer, mas o problema pode surgir no momento da implantação. Tendo dificuldade de implantação a gravidez não acontece. Isto acontece porque  os níveis mais elevados de glicose no corpo comprometem os vasos sanguíneos e a vascularização do útero é afetada.
Se os problemas iniciais forem driblados, se os níveis de açúcar não forem controlados o quanto antes, ainda existe o risco de aborto e má formação fetal.

Mantenha a glicemia sob controle

No entanto, se o diabetes estiver sob controle com medicamentos ou através de exercícios e dieta, a fertilidade normalmente não é afetada. Mantendo a disciplina, cuidando da alimentação e mantendo uma rotina de exercícios, sua capacidade de concepção não sofrerá alterações negativas.


Se você é diabética ou tem pré diabetes e esta tentando engravidar,  deve manter seu peso sob controle. A obesidade ou mesmo o sobrepeso, dificultam o controle glicêmico. Além disso, você deve garantir que seus níveis de hemoglobina glicada não ultrapassam 6,5, mantendo tudo dentro do controle, você e seu bebê não correrão riscos.

Má formação fetal e a diabetes

É muito importante controlar os níveis de açúcar antes de engravidar. A razão por trás disso é que a glicemia alta e  altos níveis de cetona pode acarretar problemas especialmente durante as primeiras seis semanas de sua gravidez, pois este é um período crítico para  a formação do seu bebê. Nas primeiras seis semanas, o bebê começa a desenvolver os órgãos e a saúde materna tem vital importância nessa etapa.
Esse é o principal motivo de ter o controle sobre o açúcar antes mesmo de iniciar as tentativas, já que normalmente descobrimos a gravidez por volta de 4 semanas no mínimo.
Assim, se você está planejando uma gravidez você deve estar atenta para garantir que você não perca as fases iniciais que é realmente a mais crucial.

Acompanhamento médico para mãe diabética

Ter o acompanhamento de um médico especialista em gestação de alto risco,  sobretudo gestantes diabéticas, é sem dúvida muito importante para o bom desenvolvimento de sua gestação. Aliado ao Ginecologista obstetra, ter um acompanhamento nutricional será sem dúvida muito importante e irá ajudá-la muito, principalmente no  planejamento de  suas refeições e ingestão adequada de carboidratos durante toda a sua gravidez.

O planejamento nesse caso, garantirá que você tenha uma gestação saudável e com riscos minímos para você e seu bebê. Precaução, disciplina e  foco.

Compartilhar:

0 comentários:

Postar um comentário