terça-feira, março 25, 2014

Gestante diabética - Gestação de Alto Risco

Grávida aos 35 anos, obesa,  com hipertensão e diabetes,  hoje conto um pouco de como está sendo essa experiência que embora difícil, não deixa de trazer luz e brilho a nossas vidas. 


Semana passada passei pela primeira, e espero que última, internação da gestação. Embora a hipertensão seja um ponto preocupante da gravidez, o que vem trazendo muitos desafios é o controle da Diabetes Tipo II.
Na gestação anterior tive a sorte de obter o controle da glicemia apenas com uma rígida reeducação alimentar. Dessa vez, a situação um pouco mais complicada, exigiu um esforço e um desafio maior. 
Iniciei então o uso de insulina, que para minha surpresa, não é assim o monstro que eu imaginava e temia. 
Tremia só de pensar em ter que auto aplicar a insulina várias e várias vezes ao dia. Não posso negar que era algo que me afligia e trazia um sentimento que particularmente odeio sentir, autopiedade. 

Durante a internação, entendi que sou vítima de mim mesma, na verdade já tinha essa consciência, mas acredito que por defesa, assumi um papel de gestante injustiçada assim que percebi que  não teria o controle que eu esperava sobre a situação. Isso passou nos primeiros 15 minutos em que me vi presa num quarto com uma gestante de apenas 20 anos, que luta contra a Diabetes Tipo I desde os 13.
Ouvir e presenciar a inúmeras crises de hipoglicêmia que ela apresentou, me tocou profundamente. Ela sim é vítima da doença, eu simplesmente a busquei ao neglicenciar minha saúde. 

Para minha sorte, não preciso estar presa a essa situação para o resto da vida, posso mudar isso a partir de agora e é o que finalmente resolvi fazer. 

Não nego que sou uma pessoa muito relaxada com minha saúde. Sempre soube dos meus problemas, e nunca me cuidei da forma que deveria. Uma enfermeira muito sábia, numa noite de total falta de sono e impaciência, abriu meus olhos para minha atual situação. 

"Minha filha, Deus te mandou esse filho de surpresa para te salvar. É essa criança quem vai te impedir de se matar aos poucos, sem os cuidados que já deveria ter assumido com sua saúde."

E foi como se tudo fizesse sentido naquele momento. Nunca faço nada por mim, só por eles, meus filhos, já que estive de olhos vendados por tanto tempo, Deus achou uma forma brilhante de me fazer enxergar a necessidade de olhar mais para dentro, para mim, para minha saúde. Sendo Ele um Pai amoroso, me deu a oportunidade de aprender pelo amor e não pela dor. Poderia ter me jogado numa cama, para que num choque de realidade eu percebesse a necessidade de me cuidar. Ao invés disso, me enviou mais uma de suas pérolas, um filho, filho esse que veio em uma hora que eu julgava complicada, mas que Deus me mostrou através das palavras de uma enfermeira querida, ser a hora exata.

Hoje, fazendo uso de insulina 5 vezes ao dia, luto para manter a minha saúde e a segurança do meu filho. 
Não posso dizer que esteja sendo fácil, mas tudo é uma questão de consciência e adaptação. 
Eu que pensava em me submeter a uma cirurgia bariátrica, me vejo eliminando peso, saudavelmente, dia após dia. 

Abaixo, deixo registrado em vídeo, minha experiência pós internação com o uso de insulina e procuro dar dicas, dividindo o que aprendi, principalmente para tentantes diabéticas e gestantes que se encontram na mesma situação.
Espero assim, contribuir de alguma forma, para mudar, ou melhorar  a realidade de mulheres que passam ou por ventura venham a passar pela mesma luta que hoje travo apreensiva, mas com um sorriso confiante nos lábios.

Espero que gostem!


Compartilhar:

Um comentário:

  1. Querida Taty , força e fé . Sabe na semana que vc deu a noticia eu tinha acabado de receber meu + um negativo depois o trat ICSI , estava acabada na tristeza e dor , tudo tinha dado chances para dar certo desta vez ótimo ciclo , lindos embrioes tipo 1, enfim , sao perguntas q nos cansamos de fazer Pq ? sao sinais de que algo esta faltando? , estamos dispersos ? pode ser ? sei lá ... Deus enviou a enfermeira para te esclarecer para te ajudar a manter a fé e forças para lutar por voce e pelos seus filhos , Deus é Deus ele sabe de todas as coisas ...isso é fato . tanto para mim como para voce tenhamos fé , forças e vamos lutar ate o fim cada qual com suas histórias e sonhos e Parabéns acho que ser Mãe é divino e cada bebe é único desde a concepçao etc curta curta curta bastante este mais novo momento em sua vida . Bjokas Fique com Deus .

    ResponderExcluir