terça-feira, janeiro 07, 2014

Como identificar a ausência de ovulação

A gravidez acontece através do encontro e fecundação do óvulo pelo espermatozoide, de modo que se não houver liberação do óvulo, fica impossível acontecer à gravidez. Um dos problemas mais comuns de infertilidade é a falta de ovulação. Muitas mulheres tem dificuldade para saber se estão ou não ovulando. Hoje traremos dicas para  ajudar a desvendar esse mistério.

Medir da temperatura basal


Embora medir a temperatura basal não seja um método eficaz para identificar o melhor período para manter relações e engravidar, é um método bastante eficaz para indicar se houve ovulação. Cerca de 24 horas após a liberação do óvulo, a temperatura basal da mulher, sobe de 0,3 a 0,5 graus em média e só baixa após a menstruação. Dessa forma o ideal é que você meça a temperatura basal a partir do primeiro dia do ciclo. Se houver um aumento persistente de temperatura, indica que houve ovulação, por outro lado, se a temperatura se mantiver baixa, sem alterações, é provável que o óvulo não esteja sendo liberado.

Testes de ovulação

Os testes de ovulação são uma ótima opção para identificar a ovulação ou a falta dela. Através da saliva ou da urina, você pode ser capaz de identificar o período ovulatório com segurança.  

Com saliva e microscópio, é possível identificar o período fértil através da formação de samambaiais na saliva seca, ou através das tiras dos testes de ovulação de urina, você pode prever a ovulação com até 48 horas de antecedência.   

Os testes de urina devem ser feitos com intervalos de 10 horas e o de saliva cerca de 2 ou 3 horas após o almoço. Se os testes não acusarem um positivo, é provável que você não esteja ovulando.

Sintomas de ovulação

Existem alguns sinais claros de ovulação, tais como inchaço, cólicas, sensibilidade nos seios, dor de cabeça, pontadas laterais no baixo ventre entre outros. Se tiver  alguns desses sintomas, em qualquer horário do dia, durante o seu provável período fértil ou mesmo fora dele, é possível que esteja ovulando. No entanto, nem todas as mulheres são boas observadoras e os sintomas passam despercebidos. É importante que você aprenda a reconhecer os sinais e sintomas que seu corpo lhe traz. Na falta deles é possível suspeitar que a ovulação não esteja acontecendo.


Ciclos irregulares ou ausência de menstruação

O indicativo mais claro da falta de ovulação é a falta de sangramento menstrual. Ciclos naturalmente muito longos, com sangramentos semelhantes a borra de café ou mesmo a ausência de menstruação por meses a fio, são um bom indicativo da falta de ovulação. As causas podem ser diversas e um médico deve avaliar o quadro para indicar o tratamento mais adequado ao seu caso. As causas mais comuns no entanto, são os distúrbios hormonais e a SOP ( Síndrome dos ovários policísticos).

Existem alguns artigos sobre tratamentos naturais para estimular a ovulação aqui mesmo em nosso blog, acredito que valha a pena conferir.

Se você está tentando engravidar a mais de 6 meses, é hora de fazer uma visita ao médico para alguns exames. Inicialmente é importante verificar a quantas anda sua capacidade ovulatória e mais tarde, se necessário, alguns outros exames mais específicos podem ser solicitados. 

Pé no chão e esperança no coração !

Compartilhar: