quarta-feira, novembro 27, 2013

E que não me falte forças para lutar

Sou mais uma tentante, e é apenas assim que me identificarei. Não por vergonha de ser o que sou , mas por medo que aqui me  identifiquem e que a pressão seja ainda maior. 


Minha história é como a de tantas outras mulheres que adiaram a maternidade para beneficiar a carreira, achando que bastaria parar a pílula para que uma gravidez acontecesse. 

Confesso que o medo de ter uma vida dependente de mim também me fez adiar esse momento. 
Sempre fui  uma alma livre, orgulhosa de ser dona de mim  e de conquistar tudo o que sempre desejei. Acostumada a querer, trabalhar e conquistar, hoje me vejo impotente diante da vontade de algo muito maior que eu. 
Não sou do tipo que aceita e admite o fracasso. Já perdi o controle sobre as minhas emoções a muito tempo, mas sou boa em disfarçar minhas frustrações. Quando sou indagada sobre não ter filhos, trato logo de dizer que ainda não é o momento, que quero alcançar outros objetivos antes de ser mãe. 

Já estou com 36 anos, e sei que quanto mais o tempo passar, mais difícil será. Meu marido não concorda com  a ideia de tentar alguma técnica de reprodução assistida. As vezes acho que se de repente o filho não pintar, por ele tudo bem. 

Me sinto sozinha nessa jornada. Ninguém além do meu marido sabe que estou tentando , não quero criar expectativas na família, não sou capaz de lidar nem com as minhas , que dirá de duas famílias inteiras.

Não sei até quando vou suportar essa espera, não sei até onde terei forças para prosseguir, só sei que sou inundada por um sentimento de puro amor, cada vez que sonho que estou grávida, e são esses sonhos , que são bastante frequentes, que me fazem seguir . Quero que esse sentimento seja real, preciso que esse sentimento seja real. 

E enquanto o sonho não se torna realidade, vou seguindo com minha luta diária. Luta essa que é solitária, árdua e que tem devastado o meu coração a cada novo ciclo que sou obrigada a iniciar.
Só sei que não quero mais sofrer, quero ser leve, quero voltar a ser livre, pois hoje me encontro numa prisão . Eu só quero ser mãe!

Compartilhar:

25 comentários:

  1. vc ira ter seu sonhado positivo em nome de jesus não existe hora nem tempo para deus confie como eu beijo muita fé muitas

    ResponderExcluir
  2. eu tb estou tentando assim como vc ,só contei pra algumas pessoas pois é exatamente assim mesmo ficam perguntando e dizendo já estar no tempo ,mais quem sabe do tempo certo é DEUS ,pois tudo é permissão de DEUS ,pois confiei nele que o seu tempo e o meu vai chegar eu creio .

    ResponderExcluir
  3. Tbm tenho esses sentimentos. Mas tenho fé que tempo certo acontecerá. Não desista, tenha fé e paciência que Deus irá realizar o seu, o meu e o sonho de mtas tentantes. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Tbm tenho esses sentimentos. Mas tenho fé que tempo certo acontecerá. Não desista, tenha fé e paciência que Deus irá realizar o seu, o meu e o sonho de mtas tentantes. Bjs

    ResponderExcluir
  5. Amiga, tenho 35 anos e me identifiquei muito com o seu relato. Me sinto exatamente como você. A diferença é que minha família sabe desse meu desejo. Meu marido me apoia muito, eu é que me cobro demais, sou muito ansiosa e isso atrapalha muito. Cada mês que se passa é uma choradeira só, mas sempre um recomeço. Tenho sonhos frequentes também. Peço sempre a Deus que não me deixe desanimar, pois meu sonho de ser mãe é muito forte e intenso!

    ResponderExcluir
  6. Amiga tentante.
    Assim como você também sonho em ser mãe.
    Compartilho dos seus sentimentos á 1 ano e 8 meses.
    A "expectativa" já está em nós desde o dia em que decidimos para de tomar a pílula...

    Hoje penso assim:
    - "Se esse ciclo não deu certo é porque não era pra dar... Um novo se inicia e com ele minha esperança renasce.
    Vivemos de renascimento e tenho fé que nossa hora irá chegar!

    E que jamais "NOS FALTE FORÇAS PARA LUTAR"!!!!

    ResponderExcluir
  7. "Há pensamentos que são orações. Há momentos nos quais, seja qual for a posição do corpo, a alma está de joelhos." Victor Hugo
    É importante fazer do momento a dois um momento único sem cobranças sem ansiedade colocando nossas energias positivas para que o sonho possa se tornar real, persistir sempre desistir nunca...

    ResponderExcluir
  8. minha menstruaçao esta atrasada há 20 dias ando com dores de cabeça frequentes, uma dorzinha chata no pe da barriga lado esquerdo, muita espinha, e o meu muco vaginal ta bem branco e todos os dias desde que acabou minha menstruaçao dia 07/10/13 ando muito molhada e com bastante muco sem cheiro,... TESTE DE FARMACIA: NEGATIVO... to com medo de fazer um beta e dar negativo pois desejamos muito essa gravidez... ah e tomo clomid há alguns meses... não irei suportar mais um negativo. :( me ajudem

    ResponderExcluir
  9. Que Deus abençoe sua vontade, que Ele permita que tudo aconteça e, como muitas aqui, você consiga realizar este sonho de gerar um vida, ser responsável por mais alguém, dividir este amor com um ser independente de você. Acho que a maioria de nós quer ser mãe justamente por isso, porque temos amor demais e poucas pessoas para receber, sempre sobrando, sempre faltando, faltando nossos filhos!!! Mas eles vão chegar, hão de chegar, pois Deus não colocaria em nosso coração um desejo impossível de ser realizado. Boa sorte.

    ResponderExcluir
  10. amiga Tentante temos algo em comum o Sonho de ser mãe e ter esperado um momento para isso... mais te digo vc encontrará forças sem saber de onde vem pois este sonho nos faz serem fortes , eu faço 8 e 1/2 que estou tentando correndo atras lutando contra todos estes sentimentos e pessoas... por isso te falo vc encontrará forças , peça a Deus sabedoria e que ilumine seu caminho , tantas vezes pensei em desistir , e uma porta (materia, blog,etc) se abriam dai eu entendia o qeu na palavra sempre Deus me diz : "NÃO DESISTA , NÃO TEMAS EU ESTOU CONTIGO"!!!! bjus

    ResponderExcluir
  11. Bom dia, meninas! Pois é, não estamos sozinhas nessa jornada! É um sentimento que poucas pessoas entendem... Na verdade, só quem vive a situação sabe como é a tristeza de não poder realizar algo que "parecia tão simples" (e que para algumas é mesmo simples e rápido). Nós compartilhamos a dor da frustração, da culpa, das cobranças... e não podemos contar muito com o apoio das pessoas próximas; tudo o que elas sabem dizer é "calma, vai chegar a hora certa" ou então, pior, fazem brincadeiras provocativas que machucam (minha cunhada perguntou se "a corda era curta ou o poço era fundo"... podem rir, mas depois fica aquela dorzinha). E ainda querem nos culpar pela ansiedade (essa é difícil de controlar) e pela "demora" em conseguir o resultado. Engravidar pode parecer "tecnicamente" fácil, mas não é! E não podemos nos sentir culpadas por algo que não controlamos! Já passei pelas fases de revolta, raiva, negação, mas acho que estou atingindo a aceitação de que simplesmente não depende só de mim ou do meu marido; e as pessoas deveriam valorizar mais esse mistério da vida que é engravidar! Ao contrário, o que mais vemos é a banalização da gravidez (usuárias de crack engravidam, mulheres jogam bebês no lixo, outras doam os filhos, ou matam as crianças dos companheiros)! Difícil encarar tudo isso! Mas não podemos controlar o mundo... nem nosso próprio corpo! Então, minha postura atual (após 3 anos de muita expectativa e decepção) é relaxar, fazer e realizar outros planos que dependem de mim e que posso controlar; e "se" ou "quando" chegar a tal "hora certa" aproveitar da melhor forma possível, valorizando ainda mais a vida. Temos que encontrar forças e seguir vivendo (e não parar de viver enquanto não engravidamos - pode até prejudicar algo que é bom e já existe: a relação de amor e companheirismo do casal). Enfim, é sempre bom saber que temos um blog de uma pessoa tão legal que nos respeita e nos compreende! Abraços, J.

    ResponderExcluir
  12. Nossa suas palavras exprimem muito o que sinto. Parecia eu escrevendo esse relato...rs...Essa coisa que o povo fala da tal ansiedade e quando você desencanar acontece.. Como assim? Como é possível não ter ansiedade? Queria me sentir bem novamente e me sentir feliz, mas desde que comecei a tentar engravidar começou um inferno dentro de mim mesma. E quando vc menos espera sua cunhada engravida, sua amiga do serviço que nem queria filhos engravida e vc continua tentante. Esses sentimentos vão nos consumindo e até a relação (marido e mulher) que até em tão era maravilhosa vira de cabeça para baixo. Me arrependo muito de ter falado p/ nossas famílias que estamos tentando ter um bebê, pois ai virou a maior pressão maior ainda. Fico feliz em ter o (mãe a flor da pele) para desabafar. Bjs meninas e boa sorte!!!

    ResponderExcluir
  13. Me identifiquei muito com seu relato, tenho 38 anos e quando tinha 28 anos tive um aborto espontâneo em outro relacionamento. Hoje em dia estou casada a 9 anos e faz pelo menos 3 anos tentando, meu marido sempre falou que eu era ansiosa e que isso que atrapalhava, e que um dia viria, mas não aguentava mais esperar minha mãe e pai me apoiaram para procurar ajuda, com meu marido achando que era exagero. Meu pai chegou até a pagar alguns exames para saber o que acontecia, mas sei que precisava do meu marido para me apoiar e fazer exames o que ele recusava.

    Minha mãe conseguiu marcar consulta na Fundação Santo André consulta em especialistas, mas mais uma vez meu marido não foi. Fiz vários exames doloridos, até de certa maneira torcendo para que fosse eu que tivesse algum problema para resolver, pois iria correr atrás da solução, descobri que tenho endometriose, mas segundo a médica não era o problema para eu não engravidar e os outros exames estavam tudo normal. Insisti que meu marido fizesse o espermograma, e finalmente consegui,mas quem foi na consulta levar os resultados mais uma vez fui eu sozinha. O exame dele deu alteração e o médico constatou que era necessário fertilização in vitro, o valor era um pouco alto para a o processo que dizem ser quase gratuito. Conversando com meu marido e mãe, decidi operar a endometriose para não correr nenhum risco se decidisse pela fertilização.
    Depois de operar e mais 5 meses de tratamento, agora meu marido não acha que o exame dele estivesse correto e insisti que agora que operei iremos engravidar naturalmente. Me sinto tão desolada, pois já fiz tudo que eu podia e agora não sei mais o que fazer. Agora em 2014 faço 39 anos e fico em uma constante contagem regressiva, como se a cada mês minhas chances estivessem esgotando.
    Me sinto só e choro sempre escondido, quero acreditar que ele pode estar certo e poderemos engravidar, mas como não acreditar nos médicos????
    Que Deus nos permita a graça de ser mães um dia e nos dê força para suportar a dor de todo mês até o dia que iremos sorrir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga, entre em contato comigo por email e me passa os valores do espermograma do seu esposo ? Vamos ver se temos alguma alternativa natural que consiga melhor um pouquinho a condição dele. Quero tentar te ajudar
      contato@maeaflordapele.com
      Abraços !

      Excluir
  14. Olá Tati, Bom Dia . Estou com uma duvida que me corroí .. Minha ultima menstruação foi dia 26/10 , e era pra descer agora dia 22/11 , mas ate agora nada! Na semana passada tive muita azia e cheguei a vomitar numa quarta feira. Quando domingo agora passei praticamente o dia todo dormindo cheguei ate a pensar q minha pressão estava baixa e além disso o bico dos meus seios estão doloridos e tenho anseia de vomito tudo que como da uma agonia na Barriga como se eu fosse vomitar naquele exato momento. E aí ! será q estou grávida?! Aguardo a resposta e desde já agradeço a atenção. bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só o que pode trazer a resposta que espera é um beta amiga.
      Se o seu ciclo é regular, já tem um bom tempo de atraso e pode fazer um beta.
      Boa sorte !

      Excluir
  15. to nessa mais sei q vou conseguir pois meu marido tmbm quer muito , me apoia e esta comigo nessa meus sogros me dão a maior força minha espectativa é maior pois tenho24 e ele 28 somos casados a 7 anos e tenho uma das trompas obstruidas mais vou conseguir ... boa sorte a todas nos e muita fé mem DEUS .

    ResponderExcluir
  16. Oi gente! me sinto intrusa mas vou postar o comentario; Meu anjinho foi para Deus a 8 meses; tivemos 31 semanas de gravidez mas por complicações com a hipertensão ele não resistiu; enfim ja as tive farias fases de um luto e ainda não me sinto pronta para tentar;mas até pela idade estou retomando a luta e neste proximo ano terei,com a benção de Deus , meu filho(a) nos braços vou me cuidar ao maximo e tem varias atitudes que já adotei quanto a alimentação exercícios etc...Sei que seremos abençoadas pq só desejamos amor...Deca

    ResponderExcluir
  17. Oi Sou novatta tenho 22 anos
    ja a 1 ano e 4 meses tento emgravidar ja fui a Ginecologista ta td ok
    A 1 ano a trais tento emgravidar e nada .
    tive uma perda tive que fazer uma cerurgia pra poder tirar a trompa esquerda o feto moreu me deu emoragia interna

    sera que consigo ter meu Baby me ajuda meninas Bjos

    ResponderExcluir
  18. Oi. Hoje é o meu primeiro dia de dúvida, pois nunca senti isso, minha M desceu dia 10\04 e acabou dia 16\04 sempre no dia certo, este mês tive relaçao nos dias 16, 17, 18, 19,21 e no dia 25/04 duas vezes, ontem fui ao banheiro e percebi um corrimento rosa e hoje fui ao banheiro e urina tinha um pouco de sangue o que será? É nidação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Respondida na pergunta do artigo sobre sangramento de ovulação.

      Excluir
  19. Ola minha minha última menstruação foi dia24/5ate agora não veio fiquei sentido muito enjoada quando foi ontem fui so banheiro vi que estava saindo uma pequena quantidade de sangue,e hoje estar mais que ontem pode ser oque

    ResponderExcluir
  20. Boa noite, me chamo Leticia, tenho 23 anos.
    Tenho um ciclo menstrual de 31 dias. Todo mês minha menstruação vem no dia 24. E esta vindo um pouco de sangue.
    Eu e meu marido queremos um filho.
    Estou preocupada. Pode me ajudar?

    ResponderExcluir