quarta-feira, setembro 25, 2013

Descubra 8 formas naturais de acabar com os problemas da fase lútea

Recentemente abordamos os problemas da fase lútea ( Fase do ciclo que acontece após a ovulação). Hoje traremos informações mais completas de como tratar o problema da forma mais natural possível. Primeiro vamos relembrar rapidamente o que caracteriza o problema na fase lútea.


Se a fase lútea, leva menos de 12 dias, ou seja, você menstrua menos de 12 dias após sua ovulação, seu útero não tem tempo suficiente para secretar adequadamente o endométrio crescente, dificultando assim, a implantação do óvulo fecundado. Isso ocorre devido à falta de progesterona, hormônio importante para preservar a gravidez durante o primeiro trimestre.

Alguns sinais facilmente detectáveis ​​do defeito da fase lútea são: ciclo menstrual muito curto (menor que 24 dias) ou muito longo (maior que 35 dias), baixos níveis de progesterona, temperatura corporal basal irregular após a ovulação, dor nas costas, fezes moles ou escapes (spotting), que são os  pequenos sangramentos durante a fase lútea.


Há muitas soluções naturais para ajudar a corrigir o defeito da fase lútea, para ajudá-la a regular essa parte de seu ciclo menstrual e para maximizar suas chances de concepção. A primeira coisa que você deve fazer, se você é uma das mulheres que sofrem desta condição, é ter muito cuidado com sua dieta. Por quê? Porque uma dieta adequada  pode   promover um nível superior de fertilidade.

Vitamina C

A vitamina C melhora os níveis de hormônio e, consequentemente, aumenta a fertilidade. Você pode facilmente obter a vitamina C pela ingestão de alimentos, como brócolis, pimentão, laranja ou couve de Bruxelas. Comprimidos de vitamina C também podem ser adicionados à sua dieta. Um estudo publicado na revista Fertility and Sterility , mostrou que a adição de 750 mg de vitamina C por dia, aumenta a fertilidade de pessoas que sofrem com o defeito da fase lútea.

Ácidos essenciais e ômega 3

Ácidos essenciais e ácidos graxos ômega 3 também são importantes para a produção de hormônios. Você pode encontra-los em alimentos como nozes, semente de linhaça, salmão, camarões, vieiras e sardinhas. A linhaça também é capaz de atuar na produção abundante de muco cervical.

Vegetais de folhas verdes

Vegetais de folhas verdes são especialmente ricos em vitaminas do complexo B, e é muito bom para manter o equilíbrio hormonal.

Colesterol

Pela primeira vez, o colesterol não é uma coisa ruim. O "bom" colesterol do óleo de coco, os ovos e a gordura de animais que são alimentados com capim são benéficos devido aos seus efeitos sobre a produção de hormônios. Os alimentos ricos nessas substâncias são: leite cru, carne alimentada com capim, 100%, iogurte natural e óleo de coco, manteiga e ovos. É importante salientar que pessoas com colesterol elevado, não devem consumir esse tipo de alimento.

Casta baga

Casta baga aumenta o seu nível de progesterona. Esta é uma erva que ajuda a aumentar a duração da fase lútea, por ajudar o corpo a produzir a mais hormônio luteinizante. É também conhecido como Vitex agnus castus e pode ser encontrado em forma de comprimido em lojas de alimentos saudáveis e farmácias. Ele ajuda o corpo a produzir o hormônio luteinizante (LH), que eleva os níveis de progesterona durante a fase lútea do ciclo menstrual.

Creme de progesterona

A progesterona é produzida pelo corpo na segunda metade do ciclo menstrual, durante a fase lútea. A progesterona provoca a temperatura basal do corpo e ajuda a aumentar o revestimento do útero engrossando-o para uma possível implantação do óvulo fecundado. É ela quem sustenta a gravidez, após a implantação. Quando os níveis de progesterona são baixos, a espessura endometrial não é suficiente para sustentar a gestação recente. Progesterona creme vai ajudar a elevar seus níveis de progesterona diminuindo as chances de aborto de primeiro trimestre.

Vitamina B6

A vitamina B6 pode ser encontrada em alimentos, tais como: atum, fígado, bananas, salmão e muitos outros vegetais verdes. A vitamina B6 tem sido amplamente estudada e esses estudos mostram que 50 mg por dia pode ser eficaz para ajudar a corrigir o defeito da fase lútea.

Antioxidantes

A grande maioria das mulheres com defeito na fase lúteo, apresentam uma deficiência de antioxidantes. Os antioxidantes mais importantes para a fertilidade são: ácido lipóico, vitamina E, vitamina C, a CoQ10, a glutationa, gingko biloba. Estes são antioxidantes que você pode obter facilmente a partir de uma grande variedade de alimentos ou mesmo através de vitaminas compradas em farmácias ou casas de produtos naturais.

Compartilhar:

7 comentários:

  1. Tatiana, minha médica me disse que vitamina E causa aborto e dificulta quando é usado depois da ovulação... Você saberia me informar se vc ja ouviu coisa do tipo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A informação que eu tenho Dani , é que não pode ser utilizada após a confirmação do positivo. Mas se levarmos em conta que o risco é de aborto , talvez seja uma informação verídica. Vou me informar melhor com o Dr Rodrigo.
      Abçs

      Excluir
  2. Obrigada Tatiana... Eu ja perguntei pra uns 4 medicos e todos falaram que nunca ouviram falar sobre isso... Dai eu tive a ideia de te perguntar...

    ResponderExcluir
  3. Ola meu e wan tenho 17 anos fiz relacao sexual dia 29/07 e ja tem dois dias que estou sentindo dores fortes que parece ser ste colica pode me ajudar

    ResponderExcluir
  4. Ola Tati, olha minha M desceu dia 16/01/15 comecei o serophene dia 18/01/15 tomei ate o dia 22/01 e comecei a semana de praticar. Ontem senti umas pontadas no meu ventre, fiz amor em uma posição favorável pra engravidar mas logo depois senti dor de cabeça, boca amarga e uma leve fraqueza. Sabem me dizer o que pode estar acontecendo? Será que já estou no período de ovulação? Resposta por favor. Desde já agradeço.

    ResponderExcluir
  5. Olá gostaria se possível me tirar uma dúvida. Eu tomava anticoncepcional e parei a 3meses. Daí no mês passado e nesse mês no mesmo dia q seria no 2` dia após a ovulação começa a sair um pequeno sangramento até a menstruação. Pq pode ser?

    ResponderExcluir