quarta-feira, agosto 21, 2013

Você sabe quando é a hora de procurar ajuda médica?

Nós mulheres não somos muito boas em esperar, principalmente quando é algo que nos foge ao controle e que desejamos muito.
Em consequência de tanta ansiedade, acabamos nos antecipando a acontecimentos que viriam naturalmente, se não fossem nossas intromissões desesperadas.


Quando uma mulher decide que é hora de engravidar, ela se baseia no que acompanha na tv, as histórias das vizinhas, das amigas e nos contos de fada. Tudo é lindo, rápido e certeiro.  Tem certeza que vai parar com a pílula hoje, e amanhã já estará com uma bela barriga imponente, desfilando aquele modelito bárbaro que viu na Moda Gestante.

O primeiro mês passa e nada, o segundo vem e a ansiedade só faz crescer. Três, Quatro meses de tentativas frustradas, e já podemos perceber que as unhas praticamente já não existem mais. Porém 4 meses de tentativas, não são suficientes para determinar que você tem alguma dificuldade para engravidar. Até seis meses de espera, não existe motivo para desespero e tão pouco razão para cogitar uma FIV ou IA.

Nosso corpo é sim como uma máquina, mas uma máquina com poucas e escassas instruções de uso, e nenhum botão que aumente a produção desse ou daquele hormônio, ou mesmo que antecipe ou atrasem algum processo natural. Por isso paciência é primordial quando a decisão de engravidar é tomada.

Muitas mulheres empregam energia e dinheiro, em tratamentos que poderiam ser evitados, não fosse à falta de paciência e o medo de não ser capaz.
Buscar é primordial, mas saber esperar é tão importante quanto. Quando o desespero toma conta, o corpo se entrega a alterações hormonais, físicas e emocionais, que promovem um desgaste significativo a fertilidade. Para saber mais sobre isso, sugiro o texto Porque a ansiedade atrapalha a engravidar.

Outro dia estava fazendo algumas visitas aos blogs das amigas tentantes , e li um texto sobre ansiedade. Ela questionava a visão das outras pessoas em relação às atitudes dela, em busca da maternidade. Ela se dizia uma não desesperada, e que as pessoas estavam exagerando no julgamento, será ? 

Quem sou eu pra dizer o que você deve ou não fazer, mas se reconhecer nesse estado ansioso é um passo importante para não se perder , e caso você se perca , é preciso humildade para admitir e segurar na mão que lhe é estendida.

Antes de chegar ao estágio de se descabelar e deixar o desespero tomar conta, você deve dar atenção a alguns pontos importantes.


  1. Preste atenção aos sinais do seu corpo
Saber quando possivelmente você está ovulando, é um ponto de grande ajuda.
Anotar as datas das menstruações, medir a temperatura basal ou mesmo utilizar testes de ovulação ( saliva ou urina) são úteis para monitorar os ciclos.
Manter relações 3 vezes por semana , em dias alternados, seja semana de período fértil ou não, também é importante. Se acaso naquele mês, seu ciclo resolver se rebelar e adiantar ou atrasar a ovulação, esses dias atípicos estarão cobertos. (pulo do gato)
E principalmente ficar de olho no muco cervical. Muco elástico, semelhante à clara de ovo, significa Aberta temporada de treinos!
Tome nota de qualquer sintoma diferente que venha sentir. Dores laterais, cólicas, dor nos seios, etc. Isso pode ser útil para identificar o momento exato do ciclo.


  1. Faça mudanças naturais
Se engravidar está levando mais tempo do que você pensa que deveria, você pode tentar dar um impulso a sua fertilidade fazendo algumas mudanças naturais.
Dieta, peso, exercício, estresse e outros fatores de estilo de vida, podem desempenhar um papel importante na sua fertilidade. Você também pode tentar usar ervas naturais para aumentar a sua fertilidade, sem que seja necessária a utilização de produtos químicos ou medicamentos. Mudanças simples e positivas podem agir rapidamente na fertilidade.

  1. Quando consultar o médico
Se após seis meses de tentativas, nada tiver acontecido, é hora de uma primeira visita ao médico. Ultrassom e exames hormonais serão solicitados.
Após um ano de espera, se ainda estiver aguardando a boa vontade da dona cegonha, exames mais específicos devem ser pedidos. Hiterossalpingografia e espermograma , serão essenciais.

Compartilhar:

4 comentários:

  1. Essa bendita ansiedade tem me acompanhado todos os dias, agora depois de 1FIV neg. estou tentando canalizar minhas energias pra quem sabe engravidar naturalmente este mês,pois como já tive uma ectópica,não tenho 1 trompa e tenho 40 anos não dá pra ficar esperando, então se não der certo no próximo mês estarei recomeçando minha 2FIV, mas q é dificil se desligar, não ficar ansiosa ah isso é.kkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Adorei seu blog ,tudo de bom , com alguns como ansiedade, e abortos estou procurando tipo de consolo e encontrei,vou contar um pouco a minha historia,tive 3 abortos tenho 37 anos tenho hipotireoidismo,pretendendo engravidar novamente sei que Deus vai me ajudar estou fazendo tudo que minha medica receitou,meu nome é Simone desculpa de não ter falado no começo, á entrei neste site pq foi colega minha q me passou adorei se vc poder me ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Simone, tratando o hipo e com algumas dicas simples e básicas, acredito que logo conseguirá seu positivo.
      Dê uma olhada no artigo que fala sobre o truque do abacaxi, e sobre o chá verde .
      http://www.maeaflordapele.com/2013/09/consumir-cha-verde-duplica-as-chances.html
      http://www.maeaflordapele.com/2013/07/como-ajudar-na-implantacao-do-embriao.html

      Espero ter ajudado
      Abçs

      Excluir