quarta-feira, março 13, 2013

Varícocele - Tem cura?

Não é só a fertilidade da mulher que pode ser comprometida. Homens de todas as idades também passam por dificuldades nesse sentido, e para eles é ainda pior admitir que certas limitações fazem parte da sua realidade. Vivemos num mundo extremamente machista, e isso pesa nas costas de nossos companheiros.
Umas das enfermidades mais comuns que comprometem a fertilidade masculina, é a varicocele, é sobre ela que vamos falar hoje.




O que é  Varicocele?



Varicocele, também conhecida como varizes nos testículos, é a dilatação anormal das veias localizadas nos testículos. Essas veias são responsáveis por sustentar e suspender os testículos. Quando existe anormalidade nessas veias, o fluxo sanguíneo do local fica comprometido, dificultando a troca de nutrientes, causando um acumulo de substâncias tóxicas que por sua vez promovem o aumento da temperatura do saco escrotal provocando alterações no sêmem e na qualidade dos espermatozoides.

A varicocele é uma doença que surge normalmente na adolescência. Com mais ou menos 16 anos ela começa a se manifestar, mas como é uma doença silenciosa de progressão lenta, pode passar despercebida.
Alterações mais claras da doença , só podem ser percebidas a olho nu já num grau avançado.  Homens mais velhos podem apresentar o problema, mas na maioria dos casos, o surgimento inicial da enfermidade se dá entre os 15 e os 25 anos.

O que causa Varicocele?



A varicocele é uma doença genética e acontece através da deficiência ou falência das veias testiculares. É um problema na anatomia das veias testiculares dos homens. Cerca de 25% dos homens do mundo todo, são portadores de varicocele.


Sintomas de Varicocele 

 dor no testículo;
 sensação de peso no(s) testículo(s);
 infertilidade;
 diminuição (atrofia) do(s) testículo(s);

 veia aumentada visível ou palpável (capaz de ser sentida).    


Diagnóstico de Varicocele    

Pode ser diagnosticado pelo médico no consultório após apalpação e aplicação da manobra de Valsalva (consiste em provocar o mecanismo de expiração mandando o indivíduo tampar a boca e o nariz com os dedos e fazer força para soltar o ar, é possível observar a olho nu as alterações das veias, que tem aspecto de novelo de lã). Posteriormente,  pode ser pedido um ultrassom com doppler para medir o calibre dos vasos e o fluxo sanguíneo do local.


Tratamento

Nem todo homem que tem varicocele, apresenta problemas de fertilidade. A correção para o problema é feita através de cirurgia ou de embolização das veias testiculares, mas é indicado apenas em casos em que existe algum ônus para o paciente, ou seja, casos em que haja dor ou infertilidade.
A embolização é o tratamento mais moderno para varicocele, e tem se mostrado bastante eficaz. Por ser um procedimento menos invasivo, os médicos tem se animado em indicar o procedimento como forma de tratamento.
A cirurgia pode ser feita de forma aberta , ou por laparoscopia. Já embolização da varicocele é um processo não cirúrgico, semelhante ao cateterismo.
A embolização é realizada por meio de uma pequena incisão na virilha, por onde um cateter é introduzido na veia femoral que faz um mapeamento venoso e detecta no testículo quais são as veias afetadas. Através deste cateter são injetadas substâncias embolizantes, que fecham as veias alteradas impedindo o acúmulo de sangue. Finalizado o procedimento, o cateter é retirado e o paciente fica em observação por apenas algumas horas, recebe alta no mesmo dia e pode voltar à vida normal 24 horas depois, sendo necessário apenas evitar esforço físico. Em pouco tempo, o paciente volta a produzir espermatozoides.


Chances de sucesso após tratamento



De 70 a 80% dos homens que passam pela cirurgia ou embolização, tem sua fertilidade restabelecida.



Pé no chão e esperança no coração !
Tatiana da Costa

Compartilhar:

2 comentários:

  1. Olá, Vou compartilhar minha experiência até aqui. Do nada começou a surgir dores no pé da barriga, lado esquerdo, e no pênis. Portanto sem a menor chance de conseguir fazer sexo. Procurei cinco urologistas do meu plano de saúde. Nenhum deles conseguiu descobrir o que eu tinha mesmo tendo uma pilha de exames nas mãos.
    Fui então a um geriatra particular renomado. Ele fez um exame de palpação e diagnosticou como varicocele, mas fez algo de errado no exame e me deixou com os testículos inflamados e doloridos por duas semanas quando então receitou um anti-inflamatório que tirou a dor, mas ficou então uma dorzinha nos testículos que alternavam. Hora estava no testículo direito, hora no esquerdo.
    Ele receitou uma medicação para a varicocele, mas não vi resultado nenhum. As dores continuaram. Até aqui, o que posso dizer: Jamais deixem um profissional que não seja um urologista fazer um exame de palpação, eles não tem prática e, portanto não sabem fazê-lo com o devido tato.
    Mas continuando: procurei um urologista particular renomado. Paguei 720,00 pela sua consulta agora em 2014, muito caro, mas já estava desesperado. Ele, com o exame de palpação e mais um de espermocultura diagnosticou como varicocele.
    Ai vem uma informação que gostaria de compartilhar com todos: Esse médico foi categórico em afirmar que em hipótese nenhuma se deve operar varicocele. Por dois motivos:
    1- Segundo ele a varicocele, no caso de operação, sempre volta.
    2- A cirurgia de varicocele sempre deixa uma dor. A dor deixada pela cirurgia não tem nada haver com a varicocele. Essa dor da cirurgia, segundo ele, não tem cura. É para sempre. A única saída para ela, se a dor for muito grande, insuportável, é retirar os testículos.
    Segundo esse médico o tratamento para varicocele deve ser medicamentoso e por longo período. Assim para tratar varicocele ele receitou:
    1- Duas mil miligramas de Daflon por dia.
    2- Homeopático: Hamamelis 6c cinco glóbulos duas vezes ao dia
    Para as dores receitou tadalafila 5mg por dia (tomo 10g; 5 não foi o suficiente). A tadalafila melhora a circulação sanguínea aliviando as dores.
    Antes dessa medicação era impossível fazer sexo. Tudo doía e muito. Ele falou que seria no mínimo três meses de tratamento. Hoje completa cinco meses que estou no tratamento medicamentoso. A melhora tem sido lenta, bem lenta, mas melhorando. Hoje já estou bem melhor, mas com certeza ainda não estou curado. Decidi que vou voltar a procura-lo quando fizer seis meses de tratamento. Conversei rapidamente com ele há uma semana e ele disse que tem mais um medicamento que posso adicionar ao tratamento que ele viu em um congresso recente.
    Em suma é isso.
    Apenas alguns desabafos:
    1 - Acho incrível que os cinco médicos do meu plano de saúde não tenham conseguido sequer diagnosticar a varicocele.
    2 - Acho incrível também a ignorância dos médicos que fazem cirurgia de varicocele.
    3 – Acho um absurdo como os médicos dos planos de saúde nos tratam; aconteceu com mais de um deles: Tinha feito os exames pedidos pelo médico. Liguei para marcar o retorno, mas só tinha vaga dai a duas, três semanas ou um mês. Eu estava em tratamento. Sem saber o que eu tinha. Estava cheio de dores e eles só podiam me receber daí a mais de duas semanas?!!! Que raio de plano de saúde é esse?!!!!! Isso foi simplesmente revoltante e desesperador. Onde está o Ministério Público que não vê o que está acontecendo nos planos de saúde?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostaria que me informasse o endereço do seu médico porque quero fazer esse tratamento medicamentoso,
      GRATO.
      João Pizani Netto
      pizanetto@hotmail.com
      (67) 9 8138-8348

      Excluir