domingo, maio 02, 2010

Eles vão crescer ! Síndrome do ninho vazio

As vezes, tenho a impressão que algumas mulheres pensam nos filhos apenas como bebês, elas não se cansam de dizer que querem um bebê, mas será que pensam, lembram que eles vão crescer?

Na busca desesperada pela maternidade as vezes abrimos mão de muitas coisas, deixamos de pensar em nós como mulheres, e passamos apenas a viver como treinantes, como mães em busca de seus filhos.
 De quanto abrimos mão, o que deixamos escapar, o que perdemos no meio do caminho sem perceber? Para quem trilha essa busca, nada tem mais importância  que o grande sonho da maternidade.
Até que um dia, os filhos chegam, de uma forma ou de outra, a "cegonha" se encarrega de entregar a tão sonhada encomenda. O tempo passa, as mamães zelosas vivem para seus pequeninos, mas aos poucos eles vão deixando de ser bebês indefesos e vão aprendendo a se cuidar e quando você pisca, eles já cresceram e partiram.

Quantas de nós estão preparadas para esse momento? A grande minoria com certeza . Mas como se já não bastasse a adaptação de novamente ter um ninho vazio, temos que enfrentar as cobranças de tudo aquilo que optamos deixar para trás para realizar a mágica da maternidade. E elas aparecem,  implacáveis, duras e  verdadeiras, tão reais que ferem de forma que chega a ser físico.

Muitas de nós esquecem  que além de mães somos mulheres, esposas, fêmeas e nem só de lamber a cria viveremos. Quando eles,  enfim partirem,  se tivermos abdicado de nossas vidas, de nossa feminilidade, da vaidade, da conquista, estaremos entregues a solidão.
Muitas acham que vale a pena viver intensamente a maternidade, esquecer todo o resto e quando chegar a hora,  começar a correr atrás de tudo o que foi abandonado.
Não precisa ser assim, você pode ser tudo, pode ter tudo. Você acima de tudo é mulher, jamais se esqueça disso. Você pode sim ser uma excelente mãe, zelosa, amorosa e eficiente, mas pode também ser boa amante, esposa, companheira, profissional, amiga  e tudo mais que quiser ser.

Não deixe de ser você, se tornará amarga e só se dará conta de tudo o que perdeu, quando enfim seu ninho estiver vazio novamente. Os filhos não são nossos, são deles mesmos e do mundo. Deus nos deu a dádiva de cuida-los e prepara-los para partida, para as coisas do mundo e somos perfeitamente capazes de dar conta de tudo com maestria e perfeição.

Não deixe para se dar conta que você é ainda é mulher quando seu ninho estiver vazio novamente, viva intensamente cada momento mágico que a maternidade te proporciona, mas não se esqueça de dividir esses momentos com pessoas importantes, que certamente estarão do seu lado ao longo de toda essa jornada , e quando enfim , chegar a hora da partida, você estará amparada por todas as pessoas que você permitiu fazerem parte desse caminho. Será uma pessoa doce, leve, agradável, feliz e ainda atraíra a presença de todas as pessoas que te amam. Os filhos terão prazer em estar com você, sem cobranças e culpas.
Você acima de tudo é mulher, Deus te fez assim, poderosa, majestosa e suprema!!! Exerça seu poder em toda sua magnitude.

Pé no chão e esperança no coração, ontem, hoje e sempre !!!!

Tatiana Costa

Compartilhar:

0 comentários:

Postar um comentário