terça-feira, abril 20, 2010

A dor da perda!


No momento que nascemos já começamos a perder. Cortam o cordão umbilical, e perdemos a segurança do aconchego materno, passamos a ser indivíduos únicos, tudo começa a mudar.  Logo em seguida começam os ganhos,  ganhamos dentes, cabelo, aprendemos que ganhamos algo quando choramos, ganhamos o lúdico da infância, ganhamos a ingenuidade, ganhamos o poder da adolescência, ganhamos o gostinho do primeiro beijo, amigos de escola, o primeiro trabalho, farras na faculdade. Para logo em seguida perdemos tudo isso e algo mais, perdemos o sono, um parente querido, perdemos uma grande paixão, perdemos o corpinho tamanho 36, perdemos a flexibilidade, perdemos a humildade de ser aprendiz, perdemos o posto de filha, perdemos, perdemos, perdemos... É a partir daí que nos damos conta que nem sempre ganharemos, uma hora acabamos por perder algo que nos era valioso.

As perdas sempre são mais dolorosas que os ganhos. Sabe aquela frase : - Só damos valor quando perdemos. É mais ou menos isso. Quando ganhamos algo, ficamos felizes, algo pra se somar, mas quando perdemos algo, aquilo que ganhamos não tem tanto valor, a gente nem lembra que ganhou.É tão dificil entender porque é que temos que perder as coisas, porque o mundo tem que mudar o tempo todo, é tão mais comodo tudo ficar igual, mais gostoso, mais certo, mais estável, mais confiável. Porque temos que perder ?

Para que possamos dar mais valor ao que ganhamos, para entender melhor e agradecer por aquilo que conquistamos, para que a soma seja valorizada, agregada, festejada e merecida.

Perder é inevitável, algumas perdas deixam buracos que nunca se fecham, deixam cicatrizes que jamais desaparecerão, mas nos deixam a força e a certeza de que nada é eterno e é preciso valorizar cada segundo e cada conquista como se fosse a última.

Não lamente pelo que perdeu. Perder alguém querido é sempre dificil, e vai deixar uma cicatriz eterna, mas quando olhar para essa cicatriz, lembre-se do que ganhou com aquela vida, o que aprendeu, o que sentiu e o que ela te acrescentou de bom...por mais doloroso que seja perder, sempre acabamos ganhando algo, mesmo que seja apenas a paciência de esperar por um reencontro quem sabe na eternidade.

Pé no chão e esperança no coração !!!
Tatiana Costa

Compartilhar:

2 comentários:

  1. oi Tati realmente vc respondeu,porem foi para a pergunta anterior que não foi a minha,eu gostaria de saber pq eu nao consigo engravidar,a minha pergunta é a seguinte(a causa seria por eu ter tomado muito anticoncepcional durante muito tempo ou seja 6 anos seguidos sem intervalo,será preciso fazer algum tipo de tratamento ou raspagem?pra eu conseguir engravidar?me responda por favor,nunca conseguir que vc respondesse e no dia que fui respondida nao foi a minha pergunta,obrigada pela a sua atenção e gosto muito do site,acho muito interessante.valeu :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A raspagem do útero , só é feita quando a mulher tem hemorragia ou quando ela tem um aborto retido , isso não se aplica ao teu caso. Pode demorar de 3 meses a 1 ano para que vc engravide após a parada do anti. Vc pode fazer uso da agua inglesa para ajudar a eliminar o acumulo hormonal causado pelo anti. Dê uma olhada nessa postagem ,a cho que vai te ajudar .
      http://maeaflordapele.blogspot.com.br/2013/02/saude-da-mulher-e-agua-inglesa.html
      Abraço !!!

      Excluir